Sicredi Integração RS/MG doa para entidades mobiliário substituído nas agencias Lajeado Centro e Florestal

Por ser uma instituição financeira cooperativa, a Sicredi Integração RS/MG é reconhecida pelas ações sociais que desenvolve junto às comunidades onde está inserida. Além do repasse de recursos financeiros através do Fundo Filantrópico, a cooperativa também adota práticas como a doação de materiais que não são mais utilizados internamente, prezando pela sustentabilidade e pelo atendimento de demandas da sociedade. Recentemente, mais de uma dezena de entidades foram beneficiadas com máquinas e mobiliário das agências Lajeado Centro e Florestal, que após reformas passaram a adotar o novo layout padrão do sistema Sicredi.

Foram doadas mesas, cadeiras, armários, cortinas, divisórias, arquivos horizontais, condicionadores de ar e outros itens que contribuirão para melhoria e desenvolvimento de escolas e instituições beneficentes. “Não tem lógica colocar no lixo móveis que estão em bom estado de conservação sendo que sabemos que podemos fazer a diferença em alguma entidade”, considera a gerente do Centro, Liviane Bald. De acordo com ela, todas as manifestações de interesse pelos itens puderam ser atendidas. “Pode parecer uma atitude simples, mas com certeza de grande valor para aqueles que foram beneficiados, os quais muitas vezes não possuem recurso para a compra de uma mesa ou de uma cadeira”, avalia a gerente.

Na Alsepro, um projeto de utilização dos materiais foi elaborado presidente Fabrício Schneider e vice-presidente Dani Petry, resultando na doação de peças que foram repassadas para a Brigada Militar, Draco, Bombeiros e para os presídios Masculino e Feminino de Lajeado. Segundo o tesoureiro Nilvo Radaelli, os itens doados pela Sicredi Integração RS/MG estavam em ótimo estado de conservação e muitos deles ainda estão sob os cuidados da Alsepro para destinação conforme as necessidades das instituições. Ele enaltece a ação da cooperativa e ressalta que a entidade e os órgãos públicos não teriam condições financeiras de adquirir os móveis com recursos próprios:  “É realmente gratificante ter recebido tudo isso da Sicredi. É uma atitude que não tem dinheiro que pague”.

Fonte Simone Rockenbach

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...