Projeto de APL para o Vale do Taquari é selecionado para receber apoio do Governo do Estado

Oito novos Arranjos Produtivos Locais (APLs) foram selecionados e receberão apoio do Governo do Estado por meio do Projeto de Fortalecimento dos APLs, coordenado pela Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI). As propostas selecionadas foram analisadas por uma comissão constituída por oito entidades e, na tarde da última terça-feira, dia 28, deliberadas em reunião do Núcleo Estadual de Ações Transversais (Neat).

Com a decisão, o APL de Agroindústria Familiar Vale do Taquari, criado por entidades e poder público de Encantado, passou a ser enquadrado pelo Projeto APLs. Os oito novos APLs do Estado poderão acessar um total de R$ 4 milhões, em quatro anos, para apoio à governança e elaboração de planos de desenvolvimento, além de um potencial de R$ 7,2 milhões ao ano com incentivo fiscal. Serão exigidas contrapartidas financeiras ou econômicas crescentes, iniciando em pelo menos 10% do valor recebido já no primeiro ano.

Para a diretora do Campus Regional II da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), Eliane Kolchinski, “a aprovação da proposta irá contribuir com o conjunto de ações que vem sendo implementadas, tendo como foco o desenvolvimento das agroindústrias familiares na região”. O Vale do Taquari caracteriza-se como produtor de alimentos, com grande número de empreendimentos e pessoal envolvido. “Com a aprovação do projeto, espera-se o fortalecimento do setor, através do aumento da eficiência, com maior geração de trabalho, valor agregado e renda. Isso contribuirá para o incremento da competitividade e promoção do desenvolvimento sustentável da região”, argumenta.

Com a aprovação do projeto, a Uergs projeta uma maior interação dos estudantes dos cursos de graduação com as agroindústrias do APL, o que contribuirá para a formação profissional, oferta de cursos de extensão e desenvolvimento de pesquisa com foco na inovação tecnológica.

O secretário municipal de Desenvolvimento, Roberto Pretto, analisa a aprovação do projeto como um importante marco para a economia de Encantado e região, pois a partir dele será fortalecido o atual sistema de produção de alimentos do Vale do Taquari. “Vamos conseguir unir as agroindústrias da região, dentro de um sistema organizado, para agregar valor e qualidade aos produtos e segurança alimentar a quem consome. É importante ressaltar que o Vale está inserido na maior região consumidora de alimentos do Estado, o que favorece a conquista de novos mercados”.

A partir de agora, os APLs selecionados têm de entregar a documentação especificada no edital e construir seus planos de trabalho. Para orientá-los nesse processo, está marcada para 10 de junho uma reunião da AGDI com as entidades gestoras de cada um dos oito arranjos. O encontro ocorrerá na sede do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

O Projeto APLS

O Projeto de Fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais faz parte do Programa de Fortalecimento das Cadeias e Arranjos Produtivos Locais, coordenado pela AGDI. Pertence à política da Economia da Cooperação, um dos eixos estratégicos da Política Industrial implantada pelo Governo do Estado, e conta com financiamento do programa Proredes/Bird. O apoio oferecido pelo Governo do Estado visa estimular a auto-organização de empresas, trabalhadores e instituições em APLs, com governança participativa, coordenação e plano de desenvolvimento próprio.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...