Programa Criança Dália presenteia garotinho Maicon com notebook e impressora

Família é associada à cooperativa desde 2008 e gastou R$ 80 mil em cirurgia para correção das pernas do filho de 12 anos, que nasceu com microcefalia

Maicon Andreolli é um menino tímido diante de pessoas estranhas, mas sorri e se emociona no momento em que adquire confiança com o desconhecido. Aos 12 anos, ele se submeteu a várias cirurgias. Meses após nascer, passou pela primeira, pois nasceu prematuro e portador de microcefalia, um distúrbio neurológico no qual o cérebro não se desenvolve completamente e, com isso, o tamanho da cabeça é menor do que o esperado.

Os pais Adair (39) e Roseni (43), que há 13 anos são associados à Dália Alimentos no interior de Pouso Novo, em Linha Picada Castro, não compreendiam o distúrbio do filho e precisaram se adaptar emocionalmente e financeiramente à nova realidade que Maicon viria a passar. A doença afetou o desenvolvimento motor e cognitivo de Maicon, afetando os membros inferiores, principalmente a perna esquerda, que precisou de uma bota ortopédica e várias consultas com neurologista, traumatologista, psicólogo, entre outros médicos de diferentes especialidades em Porto Alegre. A mãe sempre o acompanhava enquanto o pai permanecia em casa, angustiado e cuidando da propriedade, hoje com 1,8 mil suínos alojados.

Por gostar cavalos, Maicon participava de cavalgadas com o pai e, aos 8 anos, caiu do cavalo e fraturou a cabeça. Com o problema agravado devido à microcefalia, mais uma vez precisou entrar em uma sala de cirurgia para então colocar uma válvula que liga o cérebro ao coração.

No último dia 29 de junho, Maicon passou pelo último procedimento cirúrgico, operando as duas pernas para tratar de ambos os joelhos, mantendo a patela no lugar até que os ligamentos estejam regenerados. A cirurgia custou R$ 80 mil e foi paga a vista pelos pais de Maicon.

O assunto chegou até a comissão do Programa Criança Dália, que diante situação diante da situação quis presentear o menino com o que ele mais desejava: um notebook e uma impressora para manter os estudos em dia. No dia 14 de julho, Maicon recebeu do Programa Criança Dália os dois equipamentos e, emocionado, disse: “agora vou poder imprimir meus trabalhos de aula sem precisar ir até a cidade, que é longe, e também os boletos do pai, que precisa pagar as nossas contas”.

A entrega emocionou a família, que gastou todas as economias na última cirurgia. O presidente do Conselho de Administração da Dália Alimentos, Gilberto Antônio Piccinini; o conselheiro da região, Valmor Pappen; o delegado, Gilmar da Silva e os técnicos Lucas Pereira de Souza e Jeferson Teston; participaram da entrega que foi realizada na casa do menino. O notebook da marca Positivo custou R$ 2.340,00 e a impressora da marca HP o valor de R$ 620,00. “A Dália Alimentos preza muito pelos seus associados e funcionários, principalmente seus filhos, e sabemos que alcançar o valor de R$ 80 mil de uma hora para outra não é fácil. Diante disso, o Programa Criança Dália se sensibilizou com a história de Maicon e quis presenteá-lo com algo que o estimule-se para os seus estudos e ajudasse a manter o cérebro em atividade. Este é um presente de todos os associados e funcionários da Dália, que ajudam a fazer com que o Programa Criança Dália leve alegria, amor e saúde a muitas crianças”, disse.

Fonte Assessoria de Imprensa Cooperativa Dália Alimentos

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...