Inadimplência no comércio de Lajeado chega a 26,6% e atinge maior patamar dos últimos 18 meses

Já observada em março, a tendência de ascensão na inadimplência no comércio de Lajeado se repete em abril e o mês inicia com um índice de 26,6%, o que equivale a meio ponto porcentual acima do registrado há cerca de 30 dias atrás e totaliza uma elevação de 1% no bimestre, alcançando o maior patamar dos últimos 18 meses. Desde outubro de 2018, quando o índice ultrapassou a casa dos 29%, não se observava um número tão alto.

O percentual indica que, nesta segunda-feira (06), dos 60.827 CPF’s de pessoas maiores de 18 anos ativos na Receita Federal, 16.188 estão com alguma restrição no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). O levantamento feito pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado junto ao banco de dados da Boa Vista demonstra que o aumento segue o comportamento estadual, onde o índice atingiu, nesta data, 31,7%, contra os 31,4% registrados em março.

Apesar da elevação dos registros, o perfil dos inadimplentes segue o mesmo. Em Lajeado, a maioria é do sexo masculino (51,2%) na faixa dos 30 a 34 anos (17,3%) e que recebe entre um e dois salários (54,5%). Já no Rio Grande do Sul, o maior percentual se concentra nas mulheres (50,7%), com idade entre 35 e 39 anos (13,9%) e com renda mensal de um a dois salários mínimos (51,5%).

Fonte Assessoria de Imprensa CDL Lajeado

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...