Construmóbil exibe variedade de produtos e segmentos no Pavilhão 1

Focada nos setores da construção civil, mobiliário e decoração, a Construmóbil não limita suas atrações a um único ramo de interesse. Para que a feira seja atrativa para todos os públicos, também se encontram expositores de outros segmentos, que apresentam uma grande variedade de produtos com valores e finalidades distintas, sendo a maior parte deles concentrada no Pavilhão 1.
 
Na linha de decoração, a JR Moldurações tem uma linha sortida de quadros, espelhos e mural de fotos. De acordo com o vendedor Valdir Bamberg, a grande novidade deste no são as mandalas, cujas imagens são impressas em placas de MDF redondas e podem ser adquiridas com valores de R$ 25,00 a R$ 170,00, dependendo do tamanho e complementos. Já os quadros vão desde o tamanho do retrato (10x15cm) ao custo de R$ 10,00 até os de 1,20m, que podem custar R$ 130,00. Conforme Bamberg, os preferidos do público são os de paisagens, flores, bebidas, carros antigos e frases.
 
Para os que apreciam ou desejam comprar veículos, a Kia Pegasus é uma das expositoras do segmento e exibe dois modelos. O primeiro é a versão 264 da Sportage, um SUV de cinco passageiros. O gerente de vendas Marcelo Weiss explica que se trata de um carro vindo da Coreia totalmente adaptado para o mercado nacional em termos de dirigibilidade, equipamentos e segurança, com excelente custo-benefício em relação aos principais concorrentes da Kia. Para a feira, a concessionária comercializa o automóvel com supervalorização de R$ 9 mil de bonificação na avaliação do usado na troca. A outra opção em exposição é o utilitário Bongo K2500 Turbo, ideal para o trânsito urbano por ter peso bruto total para carga de 3,5 mil quilos, característica que o enquadra na categoria B da Carteira Nacional de Habilitação. O veículo tem espaço para motorista e mais três passageiros, além de ser equipado com direção hidráulica, vidros e travas elétricas, freios ABS e airbags. 
 
Já a Unyterra mostra aos visitantes que tamanho não limita o potencial de um produto ao expor sua linha de miniescavadeiras, as quais, conforme o vendedor Wagner Kraemer, trazem o conceito de “entrar onde as máquinas grandes não entram”. Ele destaca que o diferencial está no tamanho dos equipamentos que permite acesso através de espaços menores, como o modelo SV08, que possui 68cm de largura e pode passar por portas e até mesmo dentro de garagens sem danificar o piso graças a sua esteira de borracha, sendo utilizada especialmente pela construção civil para vários serviços, como paisagismo, buraco de piscina e redes de esgoto e hidráulica. “Onde entraria apenas a mão de obra humana, pá, enxada ou picareta, a máquina trabalha”, afirma Kraemer. O profissional ressalta que as miniescavadeiras variam entre uma e oito toneladas, possuindo nove opções de tamanho e particularidades que tornam sua utilidade ilimitada.
Fonte Comunicação Construmóbil 2019

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...