Constituição do APL Alimentos e Bebidas VT traz benefícios para cadeia produtiva e região

Os benefícios gerados para a cadeia que constitui um Arranjo Produtivo Local (APL) foram pauta de reunião-almoço (RA) promovida nesta segunda-feira (05) pela Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) e Câmara de Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC-VT). O tema foi abordado pelo presidente do APL Metalmecânico e Automotivo da Serra Gaúcha, Ubiratã Rezler.

O palestrante foi convidado por um grupo de empresários que está implantando o APL Alimentos e Bebidas Vale do Taquari com objetivo de potencializar as empresas do setor, aumentar a produção e, dessa forma, fomentar a economia regional, gerando emprego e renda.

Entre as várias autoridades, participou do evento o secretário adjunto e diretor geral da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) do RS, Joel Maraschin. Ele esteve acompanhado pelo diretor do departamento de Desenvolvimento Econômico da Sedec, Leonardo Marmitt. A Sedec centraliza as informações e faz o acompanhamento da gestão dos APL’s de todo o estado.

Constituição

Em sua fala, Rezler afirmou que um APL é constituído por pessoas, empresas, entidades e instituições de ensino que sabem da importância do associativismo para o desenvolvimento coletivo. “Em um APL, cada um dos integrantes doa um pouco de si para o sucesso de toda a cadeia,” ressaltou.

Rezler explicou a forma de trabalho dos grupos que compõe o APL da Serra e como eles atuam para o fortalecimento dos negócios. “Os grupos de trabalho são essenciais dentro do arranjo. Através da força desses voluntários, criamos alternativas para vencer qualquer crise. Unimos nossas forças para o bem e crescimento de todos,” enfatizou.

Benefícios

Entre os benefícios que um APL proporciona, o palestrante destacou a oportunidade para abertura de novos mercados, o acesso facilitado a serviços de crédito e financiamento e também a incentivos fiscais, como o Fundopem e o Integrar RS.

União de forças

O palestrante citou a importância das empresas que participam de um APL verem as outras como grandes parceiras que podem unir forças para o fortalecimento de todos. “Precisamos quebrar a questão cultural para que as empresas não se vejam como concorrentes, mas sim como parceiros que buscam o crescimento de todo o setor,” acentuou.

A idealizadora do APL Alimentos e Bebidas Vale do Taquari e CEO da Bebidas Fruki, Aline Eggers Bagatini, falou sobre a importância da constituição do arranjo local. “Nos tempos em que vivemos hoje, não há como pensar em crescer sozinho. Nosso Vale é tão forte em alimentos e essa ideia da união, de trabalhar o conjunto, disseminar o conhecimento e aproximar as empresas de todos os portes é fundamental para a implantação do nosso APL,” pontuou.

O presidente da CIC-VT, Ivandro Carlos Rosa, comentou ser gratificante participar da implantação do APL. “Queremos que o arranjo seja um modelo para alavancar a economia das nossas empresas, principalmente neste momento de pós-pandemia, e que ele possa agregar na história dos negócios do Vale do Taquari,” adiantou.

Associativismo

A vice-presidente de Administração da Acil, Graciela Ethel Black, destacou a importância da retomada dos eventos presenciais na entidade. “A exemplo do ano passado, somos uma das primeiras entidades do Estado a retomar eventos de forma presencial. Refletimos assim a vontade do empreendedor e também da comunidade em geral, de voltarmos à normalidade que havia antes da pandemia.”

Discorrendo sobre o tema da RA, avaliou ser o mesmo muito “significativo à Acil por estar vinculado profundamente à essência que une, movimenta e constitui a razão de ser da nossa entidade – o associativismo! E que bom é falarmos em associativismo neste ano tão especial para a Acil, o ano do centenário da nossa entidade, que vamos comemorar em 28 de outubro.”

Graciela finalizou comentando ser “justamente através do associativismo que o APL consegue dar mais visibilidade, aprimora a gestão, enfim, dá mais condições de competitividade às empresas que o integram”.

Paixão Alviazul

O presidente do Conselho de Administração do Clube Esportivo Lajeadense, Everton Giovanella, e o coordenador do projeto Paixão Alviazul, Luca Lenz, participaram do evento e tiveram momento de destaque no cerimonial. Eles apresentaram o projeto que visa fortalecer o clube e para isso pediram o apoio dos empresários e da comunidade.

Giovanella e Lenz colocaram-se à disposição para tirar dúvidas dos participantes e de todos que tenham interesse em aderir à campanha.

Realização

As RA de 2021 da Acil têm o apoio de Bebidas Fruki, BIMachine, Black Contabilidade, BRDE, CBM Materiais Elétricos, Construtora Jachetti, Excellence Garçons, Invictos Ar Condicionados e Refrigeração, Olicenter, Poolseg Corretora de Seguros, Sicredi Integração RS/MG e Tecnosom.

Fonte Comunicação Acil Lajeado

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...