CDL Lajeado começa hoje o Super Feirão Zero Dívida

A CDL Lajeado, em parceria com a CDL Porto Alegre, realiza entre hoje e o dia 09 de novembro o Super Feirão Zero Dívida. O evento reunirá as principais empresas do comércio, bancos, instituições de ensino e financeiras em uma grande mobilização para oportunizar aos consumidores quitarem suas dívidas e começarem um ano novo com tudo em dia.

Na sede da CDL Lajeado (Rua João Batista de Mello, 361, Centro), das 9h às 12h e das 13h30min às 18h de segunda a sexta-feira, e das 9h às 12h e das 13h30min às 17h no dia 9 de novembro, o público poderá consultar seu CPF no banco de dados SCPC e ter acesso aos seus débitos, assim como às lojas e empresas onde os valores estão pendentes. O atendimento no Super Feirão Zero Dívida também possibilitará condições especiais para negociação de dívidas e vantagens para quitá-las.

O Super Feirão Zero Dívida já conta com a adesão de mais de 70 entidades do varejo, distribuídas por municípios de todas as regiões do estado. A expansão do evento para além da Capital é motivada pelo aumento significativo da inadimplência e da novação de dívidas nas cidades de pequeno e médio portes.

A campanha propõe facilitar acordos entre credores e devedores, em ações onde todos são beneficiados: inadimplentes terão novamente poder de compra e empresas poderão atualizar dados de seus clientes e ter uma melhora significativa no crédito. A data do evento propicia que o consumidor aproveite os saques antecipados do FGTS para pagar dívidas, além de possibilitar que planeje com mais tranquilidade o uso da primeira parcela do 13º salário e os tradicionais gastos de final de ano.

Pesquisa indica desemprego como principal motivo
Segundo pesquisa realizada pela CDL Lajeado com 571 pessoas inadimplentes nos meses de setembro e outubro, 28% disseram que a falta de renda ocasionada pelo desemprego prejudicou o pagamento das contas em dia. O desemprego historicamente se mantém na liderança dos motivos que levam à inadimplência. A falta de planejamento financeiro ficou em segundo lugar dentre os motivos responsáveis, citada por 26% dos entrevistados. O empréstimo do nome para terceiros está em terceiro lugar, com 19% das pessoas dizendo que emprestaram o nome para um amigo ou familiar. Outros 6% disseram que ficaram inadimplentes por que tiveram redução na renda, e também 6% ficaram com o “nome sujo” porque tiveram despesas inesperadas, como saúde ou educação; 5% dos entrevistados não conseguiram pagar suas contas por estarem passando por processos de divórcio ou separação. Por fim, outros 9% foram registrados nos bancos de dados restritivos por diversos motivos, tais como, salário atrasado, fraude ou desconhecem o motivo.

EMPRESAS LOCAIS PARTICIPANTES
Casa Americana
FB Net
Linda Flor
Vanusa Esportes
Unimed VTRP
Lojas Calci – Fomento
Cascão Esportes
Lojas Dullius
Loja Radicalizy
Lojas Mondê
Mecauto
Olicenter
Óptica Wilson
Óticas Carol
Lojas Ouro Preto
Redemac  Mezzacasa
Sicredi Integração
Star Modas
Tribus
Loja Weber Pattussi
Camisaria
Univates
Prisma Homem e Mulher
Grupo Betiolo Fiat Lajeado
Loja CR
Estilo Exuberante
Sempre Moda Calçados
HR Calçados
Heilly
Sempre moda

EMPRESAS DE REDE QUE ESTÃO PARTICIPANDO EM ÂMBITO ESTADUAL
Banrisul
Becker
Colombo
Lebes
Verdecard – Quero Quero
MB Farmácias
Paludo
Corsan
CEEE
Sicredi
Benoit
Certel
Três passos
Deltasul
Portocred
Herval
Eny Calçados
Lojas Paludo
Lojas Pompéia
Gang
Farmácia São João

Fonte Assessoria de imprensa CDL Lajeado

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...