65 anos da Certel serão comemorados com inovações

No 65º aniversário da Certel, a ser celebrado nesta sexta-feira, dia 19 de fevereiro, de maneira digital, a comunidade regional tem boas razões para comemorar. A transmissão iniciará às 14h, através do Facebook e do Youtube (pesquise por Certel Cooperativa). Maior e mais antiga cooperativa de energia do País, a Certel tem uma história carregada de grandes realizações que promovem o desenvolvimento social, econômico e ambiental. Diversas foram as ações implementadas nessas mais de seis décadas, cooperando com o fortalecimento dos 48 municípios em que vivem seus mais de 70 mil associados. Iniciativas estas que foram salutares à pujança dos Vales do Taquari, Caí, Rio Pardo, Paranhana e Serra. E nada melhor do que comemorar virtualmente, num período cujas relações humanas e sociais foram abaladas pela pandemia de Covid-19, com o anúncio de novos investimentos que potencializarão ainda mais a área abrangida pela cooperativa.

Homenagens

Diversas lideranças regionais, estaduais e nacionais participarão da live, salientando a contribuição da Certel para o desenvolvimento socioeconômico regional. Entre elas, estarão o presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergílio Frederico Perius, o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas, o governador Eduardo Leite, o diretor da Agência Nacional de Energia elétrica (Aneel), André Pepitone da Nóbrega e o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.

Geração

No aniversário, será inaugurada a segunda usina solar, com 380 quilowatt-pico (kWp), instalada junto à Subestação de São Pedro da Serra. Com quatro hidrelétricas e uma usina solar já em operação, a Certel também está prestes a iniciar a construção de sua quinta hidrelétrica, a Vale do Leite, com 6,4 megawatts (MW) de potência instalada, no Rio Forqueta, entre Pouso Novo e Coqueiro Baixo.

Além disso, também já estão projetadas para o Rio Forqueta as hidrelétricas Foz do Jacutinga, com 5,5 MW, entre Putinga e São José do Herval; Moinho Velho, com 4,1 MW, entre Putinga e Pouso Novo; Vale Fundo, com 5,6 MW, entre Pouso Novo e Coqueiro Baixo; e Olaria, com 4 MW, entre Coqueiro Baixo e Pouso Novo.

Para o Rio da Várzea, integrando um consórcio de empresas ligadas à Cooperativa de Geração de Energia Rio da Várzea (Coogerva), a Certel participará da construção das hidrelétricas Linha Jacinto, com 17,42 MW, entre Liberato Salzano e Rodeio Bonito, e Linha Aparecida, com 25,41 MW, entre Liberato Salzano e Novo Tiradentes, com 26,65% de participação societária em ambas.

Para o Rio Taquari-Antas, a Certel projeta a construção da Hidrelétrica Muçum, com 79,5 MW, entre os municípios de Muçum, Roca Sales e Santa Teresa.

Cabeamento subterrâneo

Atenta às inovações do setor energético, a cooperativa construiu sua primeira rede elétrica subterrânea. Trata-se de um projeto piloto, instalado em frente à sede administrativa, em Teutônia, e que representa a transformação da Certel diante do que já é uma realidade em outros países. A caracterização de suas estruturas continuará sendo no atual modelo aéreo, com postes, mas, dessa forma, a cooperativa se torna conhecedora e apta a também realizar obras dessa envergadura. A rede subterrânea já existe em dois loteamentos de Lajeado e há uma grande tendência de que integre os projetos urbanísticos e planos diretores da região futuramente.

Além deste cabeamento e de um ambiente muito mais agradável e harmônico de sua sede, a Certel também vai inaugurar no aniversário um ponto de abastecimento para carros elétricos, que estará disponível, gratuitamente, também uso da comunidade.

Carro elétrico

No final de novembro, a Certel adquiriu o Nissan Leaf, seu primeiro carro 100% elétrico. O objetivo é se adequar às novas tendências globais que consideram os fatores de preservação ambiental, inovação, economia e mobilidade. Com autonomia de 240 quilômetros por recarga e 149 cavalos de potência, o Nissan Leaf inicia uma nova era para a mobilidade da cooperativa. A perspectiva é que, num futuro próximo, toda frota, incluindo caminhões, seja elétrica. Uma importante iniciativa de responsabilidade socioambiental, visto que o veículo será sempre abastecido com energia limpa e renovável, contribuindo com a preservação do Planeta.

Linha de transmissão

Outro significativo investimento foi concluído em dezembro. São as linhas de transmissão, com torres metálicas e cabeamento duplo, interligando as subestações de Teutônia e Lajeado à nova Subestação de Costão, em Estrela, e que abastece o Vale do Taquari com energia oriunda das Subestações da CEEE de Garibaldi e Lajeado. Esta ação assegura à área de atuação da Certel uma confiabilidade muito maior, no que tange à estabilidade e qualidade do fornecimento de energia.

Acessibilidade

Em 2020, a cooperativa investiu na atualização de sua frota, com aquisição de novas camionetes e caminhões, oportunizando melhores condições para agilizar o atendimento aos associados. E, para também marcar o 65º aniversário, adquiriu dois novos caminhões de grande porte e robustez. Um deles, com estruturas importadas do Texas, Estados Unidos, para atendimento em rede energizada. Ao mesmo tempo, oportunizará serviços em rede de 69 mil volts ao potencial, ou seja, os profissionais poderão encostar (com proteções) na rede elétrica, e não só operar distanciadamente, favorecendo para uma maior rapidez na resolução de problemas e agregando atividades até então não realizadas. Além disso, adquiriu-se um novo software de gestão para a operação técnica, deslumbrando novas tendências e agilizando o atendimento da cooperativa.

Medição do vento

Gerar a própria energia é mais uma alternativa para assegurar a qualidade do fornecimento aos associados. Além de investir na construção de pequenas centrais hidrelétricas e de usinas fotovoltaicas, a Certel projeta um aproveitamento cada vez maior de fontes alternativas de energia limpa.

E a eólica, através da força dos ventos, vem sendo amplamente estudada pela cooperativa. Tanto que está sendo iniciada a medição da velocidade do vento em nossa região, visando a futura implantação de um parque eólico.

Também no aniversário, ocorre a assinatura do contrato com a empresa que será responsável pelo projeto da Usina Eólica Harmonia.

Participe da live

A live será transmitida a partir das 14h através dos perfis da Certel no Facebook (facebook.com/certelcooperativa) e Youtube (youtube.com/certelcooperativa). Além das inovações a serem apresentadas e das homenagens de lideranças, também sorteio de vales-compras.

Integrando a comemoração, haverá o Festival Cultural Teutônia, com lives de cunho artístico nos dias 19 (18h30min), 20 (18h30min) e 21 (8h30min e 16h30min). A transmissão destas lives será pelo facebook.com/certelcooperativa, facebook.com/festivalculturalteutonia e youtube.com/popular969fm.

“Muito obrigado”

O presidente, Erineo José Hennemann, ressalta que a comemoração é de um especial significado para todos os associados, clientes, funcionários, gestores, diretores, delegados, conselheiros administrativos e fiscais e fornecedores. Na visão dele, simboliza o esforço de muitas pessoas que já se engajaram em prol da Certel e, principalmente, daqueles que hoje atuam em benefício dela. “Nosso propósito é cooperar com o desenvolvimento social, econômico e ambiental das comunidades. Além de oferecer um atendimento respeitoso e ético, queremos nos manter cada vez mais próximos dos associados, que são a grande razão de existir da Certel. A cada uma das famílias associadas, queremos abraçar e transmitir o nosso muito obrigado”, assinala.

Fonte Assessoria de Imprensa Certel

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...