Viva o Taquari Vivo: Coordenadores de voluntários debatem detalhes da 7ª edição

Lajeado – Em reunião realizada na manhã da última sexta-feira, dia 26, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado, foram acertados os últimos preparativos para a sétima edição da ação “Viva o Taquari Vivo” que acontece na manhã de sábado, dia 4 de maio, no Porto dos Bruder em Lajeado e Parque Municipal da Lagoa em Estrela. A comissão organizadora repassou aos coordenadores de voluntários informações e conduziu as orientações de técnicos e autoridades militares para as entidades/empresas que participarão da coleta e separação dos resíduos dentro e nas margens do Rio Taquari.

A reunião iniciou com o vice-presidente de Responsabilidade Social da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), Gilberto Soares, explicando brevemente em que se constitui a ação. Frisou a importância da participação de toda a comunidade. Em seguida, a bióloga da Univates e responsável técnica pela ação, Cátia Viviane Gonçalves, detalhou os procedimentos e cuidados quanto à coleta e separação do lixo no dia da ação. Ela comentou que todo o processo de triagem será feito no dia pelos voluntários.

Após a separação, os resíduos serão colocados nos caminhões das prefeituras para serem encaminhados aos aterros sanitários de Estrela e Lajeado. Cátia lembra que alguns acessórios são indispensáveis, como filtro solar, camiseta de manga longa, boné, luvas, calça, calçados fechados, e coletes salva-vidas para os que atuarão embarcados. Ela e outros integrantes da comissão organizadora enfatizaram o cuidado fundamental com a segurança por parte de todos que participarão da ação. Foram observados itens como o deslocamento a pé nas barrancas e os procedimentos a serem cumpridos pelos que atuarão embarcados.

Barcos

A comissão espera contar com o maior número possível de embarcações que possam transportar os voluntários para que a ação atinja a meta de recolher os resíduos ao longo das margens, no trajeto entre a foz dos arroios Boa Vista e Estrela, numa distância aproximada de 4,5 quilômetros. Foi lembrado que os proprietários de embarcações e pescadores são os grandes beneficiados com a ação, pois usam o curso d’água como local de lazer e retirada do próprio sustento.

Tempo

Em caso de mau tempo, chuva no dia anterior ou no próprio sábado, o cancelamento será transmitido pelas rádios AM’s e FM’s da região e via redes sociais da Unidade Parceiros Voluntários (UPV) Lajeado, Acil e demais entidades parceiras.

No final da reunião, Soares agradeceu a presença de todos e argumentou que essa ação não é uma simples limpeza do rio, mas sim um processo construção de cidadania e de conscientização para que todas as comunidades da região venham a contribuir para a preservação do Rio Taquari.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...