Videomonitoramento deve ficar completo em 15 dias

Em aproximadamente 15 dias devem ser instaladas as quatro câmeras que faltam para completar o Sistema de Videomonitoramento Comunitário, implantado no centro e em pontos estratégicos definidos pela Brigada Militar e Polícia Civil e inaugurado pelo município no dia 12 de fevereiro.

Conforme o secretário de Segurança Pública e Cidadania (SSPC) Gerson Teixeira, o problema para completar a instalação está no cabeamento óptico. Os cabos têm que chegar até a ponte do Arroio Saraquá, na rua Beira Rio, no bairro Conservas. “Não temos como ligar o ponto onde há uma câmera na esquina da Associação Comercial de Lajeado (Acil) com o da ponte do Saraquá. Há uma inviabilidade técnica. Teremos que traçar uma rota paralela pelo centro para chegar lá, e isso demanda tempo e mais cabo para atender a necessidade”, diz Teixeira.

Ao todo 16 câmeras fixas farão o monitoramento da segurança da comunidade. Outras três ficam à disposição da Polícia e do Departamento de Trânsito, totalizando 19 equipamentos.

Podas

Para garantir a visibilidade por completo através das câmeras o secretário Gerson Teixeira já solicitou a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) a poda de árvores em sete locais da cidade.

As grandes árvores atrapalham o total desempenho e monitoramento dos dispositivos. De acordo com a Sema o trabalho será executado, mas sem prejudicar o meio ambiente.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...