Vice-presidente da Cooperativa Languiru reconhecido como expoente do agronegócio

No dia 31 de agosto, durante a programação da 38ª Expointer, o vice-presidente da Cooperativa Languiru, Renato Kreimeier, foi um dos homenageados na 19ª edição do Prêmio “O Futuro da Terra”, promovido pelo Jornal do Comércio, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs).

Autoridades, dirigentes de entidades do setor científico e da área econômica prestigiaram a solenidade de reconhecimento ao trabalho e à pesquisa no setor do agronegócio, em evento realizado no auditório da Farsul, no Parque Assis Brasil, em Esteio. Os premiados na noite foram Cláudio Severo Lombardo de Barros, da UFSM (Prêmio Especial); Edemar Valdir Streck, da Emater, e Rodrigo Schoenfeld, do Irga (Preservação Ambiental); empresa Pilecco Nobre e Renato Kreimeier (Cadeias de Produção Agrícola); empresa Vence Tudo e Telmo Jorge Carneiro Amado, da UFSM (Tecnologia Rural); e Flávia Charão Marques, da UFRGS (Alternativas de Produção).

A seleção dos premiados foi feita pelo Comitê de Ciências Agrárias da Fapergs, que identificou os melhores trabalhos e pesquisas direcionadas ao desempenho do agronegócio gaúcho. Nesta edição o tema da sustentabilidade ambiental ganhou mais espaço na seleção dos homenageados, com trajetórias dedicadas ao desenvolvimento de novas tecnologias e a avanços para melhorar a condição socioeconômica do setor.

Kreimeier recebeu o prêmio das mãos do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Edson Brum. “Fico extremamente feliz com a premiação, reconhecimento à condução com excelência das cadeias produtivas de aves, suínos e leite, aplicada pelo novo modelo de gestão da Cooperativa Languiru. Isso tudo é fruto da política de gestão adotada em 2002, que reconhece a eficiência produtiva, para o que também é fundamental o trabalho dos associados e colaboradores da Languiru”, destaca.

Para o vice-presidente, a dedicação de todos é essencial e recoloca a Languiru como um dos ícones do cooperativismo nacional. “Pessoalmente, fico lisonjeado por estar entre essas pessoas e instituições homenageadas”, conclui Kreimeier, que esteve acompanhado da família, pares de diretoria, associados e colaboradores da Languiru na solenidade de premiação.

Pesquisa como propulsora do desenvolvimento

“O prêmio destaca o que há de melhor em termos de trabalho e de pesquisa para o desenvolvimento do agronegócio gaúcho. A ciência e a tecnologia contribuem efetivamente para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul”, destacou o presidente da Fapergs, Abílio Baeta Neves.

O presidente da Farsul, Carlos Sperotto, reafirmou a importância do Rio Grande do Sul para o pais. “O agronegócio gaúcho é um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento do setor no Brasil. Implementar tecnologia no campo gera bons resultados.”

O diretor-presidente do Jornal do Comércio, Mércio Tumelero, reafirmou a importância do trabalho dos homenageados. “A pesquisa contribui com inovação, que fortalece o desenvolvimento do agronegócio. O prêmio é uma forma de homenagear pesquisadores e instituições que contribuem com a manutenção e crescimento das cadeias produtivas.”

O governador José Ivo Sartori reafirmou a importância do trabalho em conjunto. “Precisamos unir esforços. O futuro da terra quem faz é o próprio homem. Com seriedade, podemos construir um mundo melhor. As dificuldades são oportunidades para fazer crescer e desenvolver”, concluiu.

Além dos que fizeram uso da palavra, ainda compuseram a mesa de premiação o presidente da Assembleia Legislativa, Edson Brum; os secretários estaduais da Agricultura e Pecuária, Ernani Polo, e o de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco; a senadora Ana Amélia Lemos; o prefeito de Esteio, Gilmar Rinaldi; o vice-prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Cezar Miola; e o diretor regional do Bradesco, Altair Naumann.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...