Velocidade na BR-386: Dnit confirma aumento do limite para 100 km/h

A superintendência gaúcha do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) confirma para este mês o aumento nos limites de velocidade da rodovia federal. Com a mudança, que ainda carece de alterações na sinalização por meio do Programa BR Legal, veículos leves poderão trafegar a 100 km/h durante grande parte do trecho duplicado. O mesmo deverá ocorrer no trecho urbano entre Lajeado e Estrela.

O aumento dos limites é reivindicação antiga de representantes da região. Com parte da duplicação entre Estrela e Tabaí já liberada, a velocidade máxima em todo o trecho ainda é de 80 km/h. A expectativa do Dnit é finalizar as adequações nas próximas duas semanas. A alteração, que ocorrerá entre os quilômetros 346 e 446, também dependerá das condições do tempo e de eventuais intempéries.

A BR-386 será a segunda rodovia federal que terá a velocidade alterada para 100 km/h em 2015. A primeira delas é a BR-153, cuja mudança ocorre nos próximos dias para o trecho de 137 quilômetros de extensão entre Caçapava do Sul e Bagé.

De acordo com o Dnit, as rodovias serão sinalizadas com “placas de velocidade múltiplas”, com diferenciação entre veículos leves e pesados. Hoje, os limites determinados na BR-386 servem para todos os modelos e tipos de veículos.

Segundo o superintendente do Dnit no Estado, o engenheiro Hiratan Pinheiro da Silva, os motoristas devem ficar atentos às interseções, acessos aos municípios e travessias urbanas, pois nesses pontos a velocidade será menor e variada em cada caso. Silva salienta que, antes da alteração ser oficializada, todos os locais estarão sinalizados com placas indicativas, obedecendo a legislação de trânsito.

Junto com o aumento da velocidade na BR-386, o Dnit também anuncia reforço na sinalização de aproximadamente 5,1 mil quilômetros de rodovias federais nos próximos meses. O investimento está orçado em R$ 341 milhões e as melhorias previstas estão divididas em dez contratos firmados com empresas responsáveis por serviços rodoviários.

Redução nas autuações

Desde janeiro de 2015, mais de 40 mil multas por excesso de velocidade foram aplicadas no trecho da 4ª Delegacia da Polícia Rodoviária de Lajeado, que abrange cerca de 245 quilômetros, entre Canoas e Victor Graeff.

“Acreditamos que possa haver uma redução de até 40% no número de infrações. Isso porque a grande maioria das multas foi para motoristas que trafegavam abaixo de 100 km/h”, afirma o responsável pela PRF na região, Adão Vilar Madril.

Conforme o agente rodoviário da PRF, alguns pontos entre Canoas e Estrela terão velocidades inferiores a 100 km/h. Onde for 80km/h para veículos leves será 60km/h para os veículos pesados, esclarece Madril. “São pontos de trechos urbanos, interseções ou com trevos e entradas de cidades. Mas a grande parte do trecho duplicado será com limite de 100 km/h”, sustenta.

Trecho urbano de Lajeado

No dia 29 de fevereiro de 2012, o Dnit e a PRF anunciaram o aumento de 60 km/h para 80 km/h no trecho duplicado urbano da rodovia federal em Lajeado. A medida atendeu reivindicação de parte da comunidade lajeadense, que considerava baixo e, por vezes, perigoso o limite anterior.

Três anos e meio depois, a PRF assegura que o trecho urbano entre a ponte sobre o Rio Taquari e o acesso ao bairro Montanha é seguro para receber nova alteração no limite de velocidade. Segundo Madril, a intenção é liberar o tráfego de veículos leves até 100 km/h.

A medida, cuja data para ocorrer ainda depende de análise do Dnit, também deverá ser implantada no trecho urbano e duplicado de Estrela, entre a ponte do Rio Taquari e a passarela próxima ao bairro Boa União.

Em março deste ano, o Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento para averiguar as possibilidades de alterações nos limites da rodovia federal, no trecho entre Pouso Novo e Bom Retiro do Sul. O procurador da República, Cláudio Terre do Amaral, solicitou à PRF e ao Dnit algumas informações técnicas.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...