Útil Card e Útil Alimentação são apresentados para contadores

O Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade do Vale do Taquari (Sincovat) realizou na última quinta-fera, dia 16, reunião-almoço para apresentar aos associados os cartões de benefício da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), o Útil Card e Útil Alimentação. A programação ocorreu na sede da entidade e foi ministrada pela gestora de relacionamento da Acil, Idalaura Dahlem Fracaro, e o auxiliar administrativo, Josuel Blau.

O projeto Útil busca estimular o desenvolvimento econômico local e regional, facilitando a relação entre colaborador, empresa e comércio. É um modelo de convênio que abrange dois cartões para uso no varejo, como supermercados, postos e farmácias (Útil Card), restaurantes e qualquer outro local que oferecer alimentos in natura (Útil Alimentação).

A ferramenta permite ao empresário beneficiar seu funcionário com o adiantamento salarial, de modo seguro. “O sistema é totalmente integrado com a folha de pagamento dos funcionários e não gera custos para empresas conveniadas”, comenta Idalaura. O programa conta com um baixo custo para credenciadas, sem mensalidades, necessitando apenas de um ponto de internet.

“É uma bandeira que é nossa e que busca fomentar Lajeado e região. O projeto está em constante crescimento em Lajeado através das empresas conveniadas e credenciadas”, salienta Blau. O Útil Card e Útil Alimentação foram implantados na região pela Acil, de forma pioneira, e em parceria com a Federação das Associações Comerciais e Industriais do Rio Grande do Sul (Federasul).

Alaf

Outros assuntos também foram tratados no encontro. Representantes da Associação Lajeado de Futsal (Alaf) estiveram presentes na reunião, para reforçar a importância de empresas e pessoas físicas auxiliarem com doações para a condução dos projetos sociais. Com dez anos de atividades, a atuação vai além do futsal profissional, abrangendo ações como escolinhas para crianças e adolescentes. Atualmente, são cerca de 150 menores nos projetos da prática esportiva desenvolvidos nos bairros Morro 25 e Olarias. A Alaf tem aprovado um projeto de R$ 1 milhão, que para ser executado precisa da captação de recursos. A lei permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam de Imposto de Renda, sendo o limite de 1% do imposto devido para empresas, e 6% para pessoas físicas. “Os contadores podem ser nossos aliados, divulgar nosso trabalho para seus clientes. Independente do porte da empresa, toda contribuição é válida. Vamos somando o que um e outro pode nos direcionar, e quem sabe juntamos o necessário”, afirmou o diretor executivo, Alexandro Favaretto.

O presidente do Sincovat, Rui Mallmann, enalteceu a Alaf pela iniciativa e também valorizou os projetos de cartões da Acil, pela economia gerada e fortalecimento dos negócios locais. Ele ainda anunciou as novas parcerias da entidade e os mais de 30 novos associados. Além disso, incentivou a participação dos associados no curso extensivo de ICMS, que inicia no dia 1º de julho.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...