Turisvales coloca os Vales em um novo patamar turístico

A comissão organizadora do 1º Salão de Turismo dos Vales tem a convicção de que o evento estabeleceu um novo patamar para o setor nos Vales Taquari e Rio Pardo. Após três dias de programação, que começou na quinta-feira, dia 15, o Salão de Turismo dos Vales – Turisvales encerrou-se na noite do sábado, dia 17.

Conforme apurou o sistema de credenciamento eletrônico, 4.218 pessoas ingressaram no Parque do Imigrante. O número refere-se a visitantes que garantiram o acesso ao Salão mediante a retirada de uma única credencial. Mesmo que tenham passado várias vezes pela entrada, o sistema só contabilizava um acesso. Pelo site foram feitas 1.870 inscrições antecipadas.

Avaliação

Ainda no sábado, após o evento, a coordenação do Turisvales e especialista em turismo reuniram-se na Sala Erva-Mate para uma avaliação preliminar. Além do coordenador Rafael Fontana, participaram os presidentes das Associações de Turismo dos Vales Taquari e Rio Pardo, Vanildo Roman e Carlos Corrêa da Rosa; a diretora de promoção e marketing da Secretaria Estadual de Turismo, Camila Mumbach; o secretário de Turismo e Cultura de Lajeado, Eduardo Gomes; o diretor da Lume Eventos, Daniel Aires; o supervisor Operacional e de Qualidade da região Sul (PR, SC e RS) da Operadora CVC, Luiz Moreira; o diretor da operadora Galápagos Tour, de Porto Alegre, Paulo Gusmão; e a turismóloga da Amturvales, Lizeli Bergamaschi.

Para Rafael Fontana, uma das principais conquistas do 1º Turisvales foi o fato de ter provocado nos Vales um amplo debate sobre turismo. “Foi a primeira vez que a região colocou o turismo como centro das discussões, seja na imprensa, nos meios empresariais, entre os gestores públicos”, destacou. “O Turisvales passa a representar uma data para cada roteiro e rota pensar ações, criar estratégias de negociação. Avançamos muito”, declarou.

O presidente da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), Vanildo Roman, ressaltou que o Turisvales foi um evento para marcar território. “Este primeiro foi uma mostra, o próximo vai ser um firmamento. Fomos audaciosos”. Ele destacou ainda a participação dos municípios. “Conseguimos mostrar que os Vales têm potencialidade e capacidade para fazer um evento deste porte”.

O presidente da Aturvarp, Carlos Corrêa da Rosa, declarou que o Turisvales serviu para consolidar a parceria entre as duas Associações de Turismo dos Vales Rio Pardo e Taquari. “Ficamos satisfeitos com a visita das operadoras e das agências em nosso estande. Conseguimos trocar experiências, inclusive, com a possibilidade de visita das operadoras a nossa região para avaliar e conhecer os atrativos turísticos”, comentou. “O Turisvales superou as expectativas”.

A representante da Setur/RS, Camila Mumbach, elogiou o espírito de cooperação existente entre os Vales Taquari e Rio Pardo. “O Turisvales demonstrou isso ao mostrar as características das duas regiões. O Salão cumpriu o seu papel”, afirmou.
Para o secretário de Turismo e Cultura de Lajeado, Eduardo Gomes, o Turisvales serviu para aprofundar a troca de experiências e os debates sobre o setor. “Nunca se falou tão profissionalmente em turismo como agora”, destacou.

O supervisor da CVC, Luiz Moreira, elogiou o planejamento. “Sou muito detalhista e não vi nada que pudesse comprometer”, constatou. Ele também percebeu que prefeitos e secretários começam a compreender o objetivo de se fazer turismo na região. “Os gestores passam a ver o turismo de outra forma, estão percebendo que a Setur/RS, por exemplo, está dando uma atenção maior à região”, acrescentou. “O mercado regional tem que ser mais explorado. Gostei do que vi e vou ajudar a divulgar”.

O diretor da operadora Galápagos Tour, Paulo Gusmão, salientou a presença de pessoas de diferentes lugares da região e do Estado interessadas em viajar. Segundo ele, clientes visitaram o estande procurando novas opções de passeio. Gusmão também elogiou o nível das palestras e sugeriu a participação da rede hoteleira nas próximas edições. “O Turisvales foi muito positivo para mim como operadora”.

A turismóloga da Amturvales, Lizeli Bergamaschi, considerou o Turisvales um sonho realizado. Ela comparou o Salão com eventos semelhantes a de outras cidades. “Procurei conversar com os visitantes, com os expositores, e eles me diziam que começamos grande. É um orgulho poder ver as regiões dos Vales do Taquari e Rio Pardo serem protagonistas de um evento desse porte”, avaliou.

O diretor da Lume Eventos, Daniel Aires, apresentou detalhes preliminares de uma pesquisa feita com os expositores. Uma das perguntas questionava se eles retornariam na próxima edição. “A maioria respondeu Sim ou Possivelmente Sim. Não tivemos o Não como resposta. Isso nos deixa muito satisfeitos”.

Programação diversificada

O 1º Salão de Turismo dos Vales – Turisvales ocupou três pavilhões do Parque do Imigrante e os 130 espaços foram divididos em Feira de Rotas e Roteiros Turísticos; Atividades Técnicas; Festival de Cultura e Mostra Fotográfica; Gastronomia Regional; e Produtos Regionais.

Agências de turismo de várias regiões do Estado, além de jornalistas, estudantes e visitantes do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e também do Uruguai marcaram presença.

O relatório completo com dados sobre o perfil dos visitantes e a cidade de origem serão repassados pela empresa responsável pelo credenciamento ao longo da semana.

Palestras do Enestur concluem programação das atividades técnicas

A palestra “A Vida que Encanta”, com o coach Gabriel Carneiro Costa, encerrou, na tarde do sábado, dia 17, a programação do II Encontro Estadual de Turismólogos e Profissionais de Turismo (Enestur), promoção da ABBTUR-RS, Associação Brasileira dos Bacharéis, Profissionais e Estudantes em Turismo, Seção RS.

Autor do livro “O Encantador de Pessoas”, Costa falou sobre relações humanas, felicidade, equilíbrio e sentido de vida. Ele usou situações reais para mostrar como trabalhar a vida em busca da felicidade e da realização pessoal.

Durante dois dias, os debates do Enestur abordaram temas como Copa do Mundo e o perfil do profissional de Turismo e do turista. O presidente da ABBTUR Nacional, Elzário Pereira da Silva Júnior, ressaltou a necessidade de regulamentar a Lei 12.591 que estabelece a profissão de turismólogo. O texto sancionado pela presidente Dilma, no ano passado, não exige qualificação para o desempenho da atividade. No Brasil, são quase 200 mil turismólogos. “Precisamos lutar pela regulamentação. Do jeito que está não nos serve”, apelou.

Outros debates também ocuparam importante espaço na programação das atividades técnicas do Turisvales, com destaque para o Encontro Estadual de Secretários e Dirigentes Municipais de Turismo; Encontro de prefeitos da Amvat e Amvarp; e Encontro de Vereadores do Vale do Taquari. Assuntos como Copa do Mundo, busca de recursos, linhas de financiamento, agroindústrias familiares e turismo rural, e regionalização do turismo foram as pautas principais das palestras.

Rotas e Roteiros

A Feira de Rotas e Roteiros ocupou o Pavilhão 2 do Parque do Imigrante. Regiões dos Vales do Rio Pardo e Taquari, Central, Serra Gaúcha e, também, a Província de Maldonado no Uruguai expuserar os seus atrativos.

Os visitantes puderam conhecer cada circuito, seus atrativos e produtos, assim como obter informações de outras regiões do Estado e do País nos estandes do Ministério do Turismo e da Secretaria Estadual de Turismo (Setur-RS).

Para o diretor da Operadora Galápagos Tour, Paulo Gusmão, a prioridade era divulgar os pacotes com Roteiros para a Copa 2014. Há 15 anos no mercado, a Galápagos tem escritório em Porto Alegre e Caxias do Sul. A Operadora MGM também divulgou os seus produtos no Turisvales. Conforme o representante para o RS, Marcos Roldão, a MGM oferece pacotes para todos os destinos nacionais e internacionais. “Recebemos vários agentes de viagens interessados em nossos catálogos”, disse.

Festival de Cultura

Música, dança, orquestras, fotografias, entre outras atividades, também integraram a programação do Turisvales. Mais de 20 atrações se apresentaram no Festival de Cultura durante os três dias.

Na noite do sábado, dia 17, a Orquestra de Concertos, de Lajeado, fez o espetáculo de encerramento. Também passaram pelo palco a Orquestra Municipal, de Marques de Souza; o Grupo de Danças Folclóricas Alemãs Frohtanz, de Vera Cruz; e o Coral Infanto-Juvenil Vidas em Canto, de Santa Maria. Outra atração foi o Concurso A Hora dos Talentos com a realização de etapas classificatórias.

Três Mostras Fotográficas destacaram pontos turísticos. Promovida pelo gabinete da primeira-dama do Estado, Sandra Genro, a exposição “Visões do Sul” apresentou 30 imagens do Rio Grande do Sul. O registro das fotos também contou com a participação dos fotógrafos Beliza Boniatti, Camila Domingues, Claudio Fachel e Tiago Belinski.

A outra exposição, organizada pelo fotógrafo e diretor da Galápagos Tour, Paulo Gusmão, mostrou 60 imagens da América Central-Cultura Maia, Patagônia Ecológica e Vale do Taquari.

No estande do Passeios na Colônia, o jornalista Alício Assunção exibiu 40 fotos da Mostra “Retratos da Colônia”, com destaque para as belezas do Vale do Taquari.

Agroindústrias comercializam produtos

O Turisvales também abriu espaço para as agroindústrias familiares e o artesanato do Rio Grande do Sul. 45 participantes oriundos dos Vales Taquari e Rio Pardo, Região Central e Campanha comercializaram uma variedade de 80 produtos no Parque do Imigrante.

A exposição organizada pela Emater/RS-Ascar, em parceria com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RS (Fetag-RS), evidenciou o potencial da agroindústria familiar, cada vez mais incorporada em rotas e roteiros turísticos da região.

Durante os três dias de programação, os visitantes puderam adquirir flores, embutidos, queijos, sucos, mel, erva-mate, rapadura, leite, charque, salame, linguiça defumada, torresmo, artesanato em palha de milho, peças de lã de ovelha e quadros bordados.
Para o gerente regional da Emater, Luiz Henrique Bernardi, o diferencial da exposição foi a divulgação para várias regiões do Estado e até do país. “O turismo rural está diretamente ligado às agroindústrias e o Turisvales contribuiu para mostrarmos nossos produtos”, comentou Bernardi.

Uma das atrações foi a Basteleihaus (casa de trabalhos manuais), integrante da Rota Germânica do Rio Pardinho, no Vale do Rio Pardo. O local preserva uma casa típica alemã e comercializa artesanato em palha, esponja vegetal, madeira, filtro de café, bordados, crochê, tricô, macramê e arranjos florais, além de antiguidades. “Uma de nossas novidades são os trabalhos em Panô, com dizeres no idioma alemão. Estamos resgatando uma tradição do tempo dos avós”, contou a proprietária, Marisia Helena Wathier, que também é integrante da diretoria da Associação de Turismo do Vale do Rio Pardo (Aturvarp). Para ela, o Turisvales foi uma excelente ideia para ampliar a divulgação dos atrativos turísticos.

Da cidade de Santa Maria, vieram três agroindústrias. A Bem do Ponto, especializada na produção de massas e pães, está há um ano e meio no mercado. O proprietário Oneide Weber revelou que o local já recebe visitantes. “Estamos nos estruturando para atrair mais pessoas interessadas em conhecer e adquirir nossos produtos”. Situação semelhante vive Maria Carolina Paim, responsável pela Desidratados da Carol, que oferece frutas naturais desidratadas para lanches, chás, bolos e cucas. “O carro-chefe é a maçã e a banana”, disse Maria, que considerou o Turisvales uma ótima oportunidade de divulgação aos profissionais do turismo.

Grupos conhecem atrativos da região

Dois passeios oportunizaram aos visitantes conhecerem atrativos turísticos do Vale do Taquari. Na sexta-feira, dia 16, um grupo de estudantes de São Borja realizou o Tour Lajeado. No sábado, dia 17, guias, jornalistas e professores oriundos de São Paulo, Porto Alegre e Guaporé fizeram um passeio demonstrativo, com duração de três horas, pelo Roteiro Delícias da Colônia. Eles visitaram três pontos: o Cactário Horst e o Convento São Boaventura, em Imigrante; e o Alambique Berwanger, em Estrela.

A condução foi feita pela guia de turismo, Gisele Bundrich. “A receptividade foi bastante positiva. O deslocamento pelo Delícias da Colônia fugiu da atividade técnica de guiamento. Fizemos mais um bate-papo e demonstração do que é o passeio”, explicou Gisele.
A guia de turismo de Guaporé, Karine Bonatto, integrou o grupo do sábado. Ela revelou que a hospitalidade, a explicação dos atrativos e a degustação foram aspectos que mais lhe chamaram a atenção. “O Alambique Berwanger, por exemplo, é bem delicado, arrumadinho”, destacou.

Café Colonial serve 1,8 mil pessoas

Um dos locais de grande movimento no 1º Turisvales foi o Café Colonial Bruxel. Conforme o proprietário, Luis Bruxel, cerca de 1,8 mil pessoas degustaram as mais de 40 opções de doces e salgados. “Foi uma experiência nova, assim como o Turisvales. Tudo o que fizemos foi bem aceito. Conseguimos mostrar nosso produto para o mercado”, avaliou Bruxel.

Divulgação de eventos e materiais institucionais

Diversos municípios aproveitaram o Turisvales para apresentarem uma mostra dos tradicionais eventos que são realizados ao longo do ano. A Oktoberfest, de Santa Cruz do Sul; a Turismate, de Ilópolis; a Fenachamp, de Garibaldi; a Suinofest, de Encantado; a Blumentanzfest, de Colinas; e a FestLeite de Anta Gorda levaram para o Salão pratos típicos da gastronomia local e atrações artísticas, como forma de ampliar a divulgação.

A Serra Gaúcha lançou o material institucional do Roteiro Termas e Longevidade, que integra os municípios de Cotiporã, Nova Prata, Protásio Alves, Veranópolis e Vila Flores. A Aturvarp apresentou o Catálogo de Turismo com os principais roteiros da Região do Vale do Rio Pardo. A Rota da Erva-Mate divulgou a segunda revista, editada nos idiomas português, inglês e espanhol, com os pontos turísticos dos municípios de Anta Gorda, Encantado, Ilópolis, Doutor Ricardo, Putinga, Arvorezinha, Relvado, Itapuca, Nova Bréscia e Coqueiro Baixo.

O Encontro de Soberanas e Primeiras-Damas, organizado pelo setor de eventos da Associação Comercial e Industrial de Lajeado, contou com a participação da Miss Brasil, Gabriela Markus, e reuniu cerca de 80 pessoas, na tarde de quinta-feira, dia 15.

Segunda edição

O 2º Salão de Turismo dos Vales – Turisvales será realizado no Vale do Rio Pardo em 2015. Alguns critérios serão definidos para escolher a cidade-sede. A confirmação das datas também passará por avaliação.

Turisvales

O 1º Turisvales foi promovido pela Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales) e pela Associação de Turismo da Região do Vale do Rio Pardo (Aturvarp). A realização do Salão é da Lume Organização de Eventos e conta com as parcerias da Secretaria Estadual de Turismo do RS (Setur-RS), Secretaria Estadual de Esporte e Lazer, Prefeitura de Lajeado, Câmara de Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC-VT), Emater/RS-Ascar, Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais de Turismo no RS (ABBTUR-RS), Ministério do Turismo, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Associação Gaúcha de Municípios (AGM), Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), Studio Produtora, Vigilância Mühl, Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp) e Associação Comercial e Industrial de Lajeado (ACIL) e Sebrae. O patrocínio é de Corsan, Banrisul e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Para outras informações acesse www.turisvales.com.br ou ainda www.facebook.com/turisvales.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...