Trem turístico poderá rodar a partir de junho na região

Uma das maiores apostas de líderes regionais para a mudança do cenário turístico do Vale do Taquari está prestes a sair do papel. O trem turístico, como é chamado, está previsto para andar nos trilhos a partir de junho. Falta ainda a liberação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para a trafegabilidade do veículo e as adaptações de parte da estrutura de algumas estações. A previsão de investimento total é de R$ 1 milhão.

Em princípio, os passeios devem ser feitos em apenas parte da rota programada e depois, até meados de setembro, estar em pleno funcionamento: de Estrela até Guaporé. De acordo com o vice-presidente da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), Gilberto Keller, algumas cidades terão que investir um pouco mais porque as estações estão deterioradas devido aos anos em desuso.

Em março, Keller pretende organizar um grupo para ir a Brasília e tentar apressar os trâmites legais. Enquanto isso, os municípios devem adiantar suas ações para auxiliar no processo. Ele sugere que, além das reformas, espera novas programações turísticas nas cidades, por onde passará o trem, para interligar roteiros. “Assim, os visitantes poderão ter um dia de atividades diversificadas.”

Estrela será a cidade que fará o maior investimento inicial porque pretende construir uma nova estação em estilo alemão. As obras, orçadas em R$ 230 mil, começam em abril e devem estar concluídas em junho, pouco antes da inauguração do passeio. De acordo com prefeito Rafael Mallmann, será criada uma plataforma de embarque e desembarque com espaço para artesãos e outras salas que mostrem os roteiros turísticos. Um dos atrativos que o município pretende oferecer é um passeio de barco antes do passeio de trem. “Vamos começar as obras assim que vier o trem para a região.”

Empresa investirá no potencial local

A empresa Serra Verde Express, de Curitiba, no Paraná, tem experiência em operação de linhas turísticas no Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e no Paraná. Agora, uniu-se às lideranças regionais do vale para operar no Rio Grande do Sul.

Diretor da empresa, Adonai Arruda Filho diz que estruturalmente a região está preparada para receber esse tipo de investimento. “Falta colocar o produto na parede, expô-lo, para dar certo.” Arruda Filho destaca que Gramado e Canela são cidades turísticas próximas e isso pode ser usado para atrair turistas para o Vale.

O empresário relata que a empresa e um técnico do Sebrae estão semanalmente no Vale do Taquari para auxiliar na elaboração de um estudo turístico que deve ser agregado ao Trem Turístico. Ele afirma ainda que a locomotiva deve ser encaminhada para a região assim que algumas questões burocráticas forem resolvidas.

O diretor diz que é preciso chegar a um acordo, ainda, com a América Latina Logística (ALL), detentora da linha férrea, e aguardar a vistoria e determinação de velocidade da ANTT. Mas relata que, como a empresa trabalha em outras regiões e já tem o aval da agência, normalmente os trâmites burocráticos tendem a ser mais rápidos.

O modelo que será implantado

O trem que será usado para os passeios na região é o modelo Litorina, com capacidade para 56 passageiros. A empresa tem quatro unidades e uma está reservada para a rota local. Conforme o projeto inicial, os passeios de trem serão realizados nas sextas, sábados e domingo e deverão sair pela manhã de Estrela e retornar de Guaporé no fim da tarde. Durante o trajeto de 60 quilômetros, os visitantes poderão visitar outros pontos turísticos das cidades.

A locomotiva tem tração própria para se movimentar. Conta com ar-condicionado e janelas panorâmicas. O preço da tarifa do passeio ainda não foi divulgado, mas o passageiro terá várias opções de pacotes. Poderá comprar apenas o bilhete de trem de Estrela até Guaporé, ou então, ter um serviço completo, com comida e bebida e acessos para os pontos turísticos.

Saiba mais 

O projeto é de responsabilidade da empresa em parceira da Associação Brasileira de Operadoras de Trens Turísticos e Culturais (Abottc) e da Amturvales. O lançamento foi em setembro de 2014 e compreende sete municípios: Estrela, Colinas, Roca Sales, Muçum, Dois Lajeados, Vespasiano Corrêa e Guaporé.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...