Transportadores de leite recebem treinamento teórico e prático

No final do mês de março e início do mês de abril transportadores de leite que atendem à Cooperativa Languiru participaram de mais uma etapa do treinamento do PAS Leite – Programa Alimentos Seguros (PAS) da Cadeia do Leite no Rio Grande do Sul. O programa é desenvolvido em todo o país e busca qualificar produtores rurais, transportadores e indústrias que integram a cadeia produtiva do leite, visando oferecer condições para atendimento de requisitos de mercado e da legislação nacional, especificamente da Instrução Normativa n° 62/2011, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). É uma iniciativa de âmbito nacional que visa reduzir os riscos dos alimentos à população, atuando no desenvolvimento de tecnologia, metodologia, conteúdos, formação, capacitação de técnicos e produção de materiais técnicos para disseminar e implantar ferramentas de controle em segurança de alimentos.

Nesse contexto, a Languiru, que possui como característica cultural e histórica a incorporação de rigorosas práticas de qualidade na produção de alimentos, também participa do PAS Leite. A cooperativa enxerga a iniciativa como uma oportunidade que visa aperfeiçoar os procedimentos da pequena propriedade à indústria.

Boas Práticas

Dividido em módulos teórico e prático, o curso de Boas Práticas para o Transporte de Leite – PAS Leite Transportadores ocorreu no período de 29 a 31 de março e 1º de abril, com encontros na sala de treinamentos da Indústria de Laticínios para o conteúdo teórico e atividades práticas na Granja do Colégio Teutônia. Participaram da formação transportadores e auxiliares de coleta que atendem a Languiru e os associados da cooperativa.

Iniciativa do MAPA, o programa é compartilhado pelo Sistema “S” (Sebrae, Senai, Sesi, Senac e Sesc) e pretende melhorar a qualidade do leite produzido no Brasil. O PAS Leite atua em várias frentes e os resultados esperados na propriedade rural estão relacionados à redução da Contagem de Célula Somáticas (CCS), redução da Contagem Bacteriana Total (CBT), controle dos resíduos de antibióticos e outros resíduos químicos, redução de bactérias patogênicas e redução da contaminação do leite por micotoxinas (toxinas produzidas por fungos).

Entre os resultados pertinentes à coleta e ao transporte, estão: evitar a contaminação do leite por meio da estrutura dos caminhões, manter a higiene dos utensílios e do transportador no momento da coleta, evitar a multiplicação de microrganismos controlando a temperatura do leite e otimizar o tempo de transporte.

Já na indústria, o objetivo do treinamento é aperfeiçoar as Boas Práticas de Fabricação (BPF) e a Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC).

Aulas teóricas

A formação realizada na Languiru foi conduzida pelo consultor do Sistema Fiergs/Senai-RS do Programa Alimentos Seguros, Michael Costa. O conteúdo teórico frisou conceitos de qualidade e segurança do leite, técnicas de identificação e caracterização de perigos no transporte.

Costa reafirmou a importância do leite na alimentação da população mundial e observou que o manejo de ordenha, refrigeração e transporte podem interferir na composição do alimento. “Todos os elos da cadeia são responsáveis pela segurança e qualidade do leite. Nitidamente, é uma questão de saúde pública”, afirmou.

Aulas práticas

No treinamento prático na Granja do Colégio Teutônia, associado da Cooperativa Languiru, os participantes desenvolveram diferentes habilidades, desde a coleta de amostras de leite para análises laboratoriais, ao manejo adequado de ferramentas na transferência do resfriador para o tanque do caminhão. Reforçou também os procedimentos para higienização das mãos.

Comprometimento

O presidente da Cooperativa Languiru, Dirceu Bayer, ressalta que a cooperativa trabalha em conjunto com os órgãos fiscalizadores para continuar dispondo de matéria-prima e produtos de qualidade. “Nosso trabalho sempre primou pela qualidade, característica que nos permitiu conquistar a credibilidade dos produtos Languiru junto aos consumidores”, citou, agradecendo aos transportadores e auxiliares de coleta pelo comprometimento, iniciativa que se junta a outras ações que buscam constantemente a qualidade em todos os processos de produção, desde a propriedade dos associados, transporte, industrialização e distribuição dos produtos Languiru.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...