Teutoniense constrói pocilga com blocos de concreto da Certel

Implantar um empreendimento sempre exige a escolha dos melhores implementos, a fim de assegurar a qualidade da obra. Esta premissa é válida tanto para prédios residenciais e empresariais, como para as demais estruturas que viabilizem a consecução produtiva de algum negócio. Independente da modalidade, é fundamental optar por materiais que proporcionem segurança e confiabilidade, seja para garantir conforto e bem-estar ou para contribuir com uma maior produtividade.

O suinocultor Adriano Lagemann, 32 anos, de Linha Frank, Teutônia, concorda com esta tese. Há 18 anos atuando no setor, o teutoniense gosta do que faz e não se vê atuando em outro segmento. Tanto que está construindo uma nova unidade de terminação, com 9 metros de largura por 124 metros de comprimento, para abrigar 870 suínos, somando-se aos 990 das pocilgas já existentes. E para garantir a qualidade e durabilidade da obra, Lagemann optou pelos blocos de concreto da Certel Artefatos de Cimento. “A qualidade do bloco é fundamental, pois senão precisaria reformar o chiqueiro dentro de dez anos. Em um teste com blocos de vários fornecedores, o da Certel foi o único que aguentou ao jato da bomba de alta pressão, com 3.600 libras, que usamos para a limpeza, sendo que os outros se desmancharam”, afirmou.

Lagemann diz sentir-se privilegiado por participar de uma cooperativa que demonstra crescimento. “É muito bom contar com os profissionais da Certel Artefatos de Cimento. Além de oferecerem um produto confiável, todos são muito ágeis e atenciosos. Transformar uma fábrica de postes em uma indústria de artefatos de cimento é a prova viva de que a Certel sabe descobrir novos nichos de mercado. Principalmente nós, do meio rural, ganhamos muito com isso, pois podemos contar com um atendimento espetacular”, salientou.

Além dos suínos, a família Lagemann também cria 110 vacas leiteiras, que produzem diariamente 2,3 mil litros de leite, além do gado de corte. Todos os produtos são fornecidos para a cooperativa Languiru, responsável pela expansão da produção agropecuária no município. “A energia elétrica que recebemos da Certel Energia também é essencial para que possamos produzir com qualidade”, complementou.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...