Teutônia estimula doação de sangue

Numa realização da Unidade Parceiros Voluntários de Teutônia, em parceria com a Administração Municipal, via Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer, e apoio de Transteka Turismo, a comunidade está convidada a participar de mais uma campanha de doação de sangue.

Serão quatro oportunidades até o final do ano: dias 12 e 13 de setembro e dias 12 e 13 de dezembro, no Hemovale – Banco de Sangue de Lajeado. O transporte será gratuito, com saída em frente à CIC Teutônia às 7h30min.

“A maior recompensa em doar sangue é a satisfação de poder beneficiar pessoas que não têm outra opção e dependem desse gesto dos doadores para se sentir melhor. Além do bem estar de ajudar o próximo, os doadores contribuem para o surgimento de um mundo melhor, mais humano e com respeito ao seu semelhante. Quem recebe pode ser um parente, um amigo próximo e até mesmo um desconhecido, que mesmo sem saber quem forneceu o sangue que o salvou, vai agradecê-lo pelo resto da vida”, destaca a coordenadora local da Parceiros Voluntários, Daiane Ohlweiler.

Doadores devem entrar em contato com a Parceiros Voluntários, pelo fone (51) 3762-1233 ou pelo e-mail parceirosvoluntarios@cicteutonia.com.br.

Quem pode doar

Todas as pessoas saudáveis, com idade entre 18 e 69 anos, e peso mínimo de 50kg, podem ser doadoras. Para menores de idade (16 e 17 anos), é necessário o consentimento formal assinado pelo responsável legal. Para a doação é necessário não estar em jejum e obedecer a intervalos de tempo entre uma doação e outra: para homens, dois meses, com até quatro doações ao ano; e para mulheres, três meses, com até três doações ao ano.

Quem não pode doar

São impedimentos temporários para a doação de sangue: estar gripado, com febre, doença infecciosa ou estar em tratamento; ter ingerido bebidas alcoólicas há menos de 12 horas; estar grávida ou amamentando; ter passado por parto ou aborto há menos de três meses; ter realizado pequenas cirurgias há menos de três meses ou de grande porte há menos de seis meses; ter recebido transfusão de sangue ou derivado há menos de um ano; ter sido infectado por alguma Doença Sexualmente Transmissível (DST) nos últimos 12 meses; ter usado drogas ilícitas não injetáveis no último ano; ter vários parceiros sexuais; estar fazendo vacina da hepatite; ter feito vacina (gripe, rubéola, febre amarela, última dose da hepatite) há menos de um mês; ter dormido menos de seis horas; ter feito tratamento dentário simples há menos de três dias; ter realizado extração dentária com pontos ou tratamento de canal há menos de um mês; estar em jejum; e ter tido convulsão ou epilepsia há menos de três meses.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...