Tem início curso de Bovinocultura Leiteira em Teutônia

Teutônia – Um grupo de 13 produtores dos municípios de Anta Gorda, Doutor Ricardo e Relvado iniciou, na tarde desta segunda-feira, dia 8, o Curso de Bovinocultura Leiteira, com foco na produção à base de pasto. A atividade – parte do Programa Leite Gaúcho da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR/RS) – será desenvolvida durante toda a semana no Centro de Treinamento de Agricultores de Teutônia (Certa).

O objetivo do curso, de acordo com o assistente técnico regional em Bovinocultura Leiteira da Emater/RS-Ascar, engenheiro agrônomo Lauro Bernardi, é possibilitar aos participantes a capacidade de, a partir da sua realidade, redesenhar o sistema produtivo, bem como orientar os investimentos de maneira estratégica. “A intenção é demonstrar que a atividade leiteira bem conduzida apresenta viabilidade, permitindo a remuneração adequada da força de trabalho familiar”, avalia.

Temas como: desafios da produção sustentável do leite na Agricultura Familiar, fisiologia dos ruminantes, controle reprodutivo, manejo e alternativas forrageiras para a região, rotinas de ordenha e gestão da atividade serão debatidos durante os cinco dias do curso. Também estão previstas para a semana diversas visitas a propriedades leiteiras da região e também a Unidade de Produção de Terneiras da Cooperativa Languiru, o que possibilitará o acompanhamento de atividades práticas por parte dos bovinocultores.

Para Bernardi um dos principais objetivos é promover a qualidade de vida das famílias envolvidas com a atividade. “É importante que os produtores e as lideranças locais encarem as capacitações como investimento”, afirma o agrônomo. Para ele, os centros de treinamento de todo o estado colaboram nesta perspectiva por se configurarem em espaços que congregam diversas parcerias envolvendo municípios, agricultores, profissionais e empresas, todos buscando “destravar potencialidades”, em suas estratégias de desenvolvimento.

O produtor Edegar Piva de Anta Gorda é um daqueles que está ampliando a atividade, com a perspectiva de crescimento. As recentes quatro vacas em lactação já pularam para seis nos últimos meses. “A intenção é buscar conhecimento para crescer ainda mais e melhorar a produção” afirmou. A abertura do curso também foi prestigiada por autoridades como o gerente regional adjunto da Emater/RS-Ascar, Diego Barden dos Santos; o diretor do colégio de Teutônia, Jonas Rückert e o secretário de Agricultura de Anta Gorda, Cláudio Moraes. O próximo curso ocorre entre os dias 22 e 26 de abril.

Sobre o programa Leite Gaúcho

O programa Leite Gaúcho, da SDR/RS, visa a aumentar a produção e melhorar a qualidade do leite nos estabelecimentos rurais de base familiar, com vistas a elevar a renda e a melhorar a qualidade de vida das famílias beneficiadas, além de oferecer à população um alimento seguro e saudável. Em 2012, mais de mil famílias da área de abrangência do escritório regional da Emater/RS-Ascar de Lajeado se beneficiaram com o programa. Até 2014, esse número deve triplicar.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...