Tecnovates completa cinco anos de existência

O Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari, o Tecnovates, completa cinco anos de existência, em novembro. Criado em 2010, o local iniciou suas atividades em 2011 e passou a ter estrutura própria a partir de julho de 2014. Em pouco mais de um ano, já foi ampliado o número de empresas incubadas e residentes, tanto nacionais como internacionais. Além disso, mais de dez projetos de novos produtos estão sendo desenvolvidos por essas empresas.

Conforme o diretor administrativo do Tecnovates, professor Eloni Salvi, são 43 empresas que possuem, de alguma forma, operações realizadas no Parque. “Cerca de 90% da estrutura da unidade de Lajeado já está ocupada. No município de Encantado, estamos iniciando a implantação de uma unidade para estudos de energias renováveis a partir da biomassa, obtida com dejetos animais e resíduos industriais”, explica.

Salvi comenta que os laboratórios do Tecnovates são dotados de equipamentos de última geração, capazes de realizar ensaios e análises que aceleram e qualificam os processos de aprimoramento e desenvolvimento de produtos, ajudando as empresas a ganharem competitividade e mercado e gerando mais desenvolvimento para a região. “O Tecnovates já está sendo visitado e mencionado como um parque de referência, conhecido em todo o país. Temos realizado um grande número de eventos, cursos, capacitações e treinamentos para empresas do Parque, estudantes e também para a comunidade”, salienta.

Segundo o diretor, há planos de implantação de novos laboratórios nas duas unidades, além de ampliação das atividades do Unianálises, laboratório credenciado de prestação de serviços de análises físico-químicas e microbiológicas. “Continuamos o trabalho intenso de atrair mais empresas, inclusive de grande porte, para instalarem-se dentro do Tecnovates, desenvolvendo produtos e negócios e, em especial, ocupando plenamente a unidade de Encantado. Nessa unidade temos a intenção de iniciar a incubação de novas empresas”, completa.

Organizações interessadas em todas as formas de parcerias e interação com o Tecnovates podem acessar os editais disponíveis no site www.tecnovates.com.br. Detalhes podem ser conferidos pelo e-mail tecnovates@univates.br.

Em busca da eficiência energética

Entre os motivos para comemorar estão as ações que consolidam, cada vez mais, a busca do Tecnovates por tornar-se referência na área de energias alternativas. Um exemplo disso é a implantação do Laboratório de Gerenciamento de Resíduos e Energias Renováveis, em fase de finalização.

O projeto foi contemplado em um edital da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e busca conjugar o tratamento de efluentes com a geração de energia, em um projeto-piloto, no âmbito da estrutura do Tecnovates. Conforme explica a coordenadora científica do Parque, professora doutora Simone Stülp, podemos pensar essa união aplicada a laboratórios, indústrias ou mesmo a residências.

“Tratar o resíduo no próprio local de geração torna o processo mais facilitado, pois quanto mais pudermos segregá-lo no próprio local, teremos efluentes menos complexos e com tratamento mais simples. Principalmente, quando se trata de reúso, no caso de insumos e de água”, ressalta Simone. O objetivo é trabalhar em parceria com empresas consolidadas no âmbito de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D). Por isso, o Tecnovates já está em contato com algumas organizações.

Vinculadas ao projeto, algumas capacitações sobre tratamento de resíduos e geração de energias alternativas serão oferecidas nos próximos meses. “O Tecnovates quer se consolidar na área de energias alternativas e, por isso, está ampliando sua área, melhorando seus laboratórios e buscando recursos para viabilizar essa busca pela eficiência energética”, completa Simone.

Os prédios do Tecnovates também abrigam a Usina Solar da Univates, considerada a maior usina solar do Rio Grande do Sul. Por meio de cerca de mil painéis fotovoltaicos que produzem 25 mil kilowatts (kW)/mês, a energia produzida representa todo o gasto do Tecnovates.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...