Soja é alternativa de produção para agricultor em Taquari

Uma produção que não era comum nas lavouras taquarienses começa a tomar conta da paisagem do interior do município. De forma tímida, a soja vai crescendo como uma alternativa de diversificação e fortalecimento da economia rural. O produtor Luis Carlos Eckert, de 39 anos, tem 80 hectares da cultura em Taquari. Para a próxima safra, ele pretende ampliar sua produção para 200 hectares.

Luis produz soja nos municípios de General Câmara, Venâncio Aires e Taquari. Formado em Administração de Empresas, investe na agricultura, especialmente no cultivo de soja, há quatro anos. “Sou filho de agricultores, tenho contato com a agricultura desde criança”, conta.

O secretário da Agricultura, Romacir Martins, acompanhou o produtor em uma de suas lavouras, localizada na localidade de Caramujo. Romacir destacou que a Administração Municipal está à disposição para auxiliar no que for necessário. “É importante valorizar a diversificação rural, pois isso torna a agricultura forte e capacitada. Temos que dar ferramentas e incentivos para que os nossos agricultores possam produzir ainda mais”, afirma.

Para Luis, a escolha pelo município de Taquari se deu pela localização e pela facilidade de escoar a produção, além da qualidade do solo. “Aqui, você consegue levar a produção com mais agilidade ao mercado consumidor, e o retorno da produção compensa”, diz.

Luis conta com a orientação da equipe técnica da Certaja, e faz análise periódica do solo para identificar a melhor forma de produção. Entre as vantagens da soja, ele ressalta o retorno financeiro, tanto para o arrendador quanto para o arrendatário. “A cultura da soja não é agressiva, então, depois da colheita, é possível ter uma pastagem”, diz. O agricultor espera produzir, nas áreas mais produtivas, cerca de 60 sacas por hectare. “Nem todas as áreas produziram isso. Algumas produzem menos, outras mais. Depende do solo e do clima”, esclarece.

O produtor, que pretende ampliar a área de plantio, aposta em Taquari. “O município tem potencial para a agricultura, por isso invisto”, finaliza. O Brasil é um dos maiores produtores de soja do mundo, sendo um dos grandes exportadores do grão no planeta.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...