Sesa vai disponibilizar protetor solar para agricultores e pescadores

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) vai liberar para agricultores e pescadores de cem cidades gaúchas frascos de protetor solar. Lajeado está entre os municípios onde o índice de câncer de pele é considerado pela SES acima da média nacional.

A Secretaria de Saúde (Sesa) vai distribuir os frascos para 170 famílias beneficiadas dos dois grupos. “A pessoa tem direito a receber o produto, sob justificativa médica atestando que há necessidade de uso do protetor solar. Com a justificativa basta vir até a Sesa e apresentar o documento. Será preenchido um cadastro e liberada a retirada do filtro”, diz o secretário de Saúde, Glademir Schwingel.

A distribuição de rotina fornece um frasco de protetor solar a cada quatro meses. Sob ordem médica e abertura de processo administrativo na Sesa, pessoas da comunidade em geral também podem adquirir o frasco.

A serviço é possível graças ao Programa Estadual Saúde na Pele, do Governo Estadual em parceria com os municípios.

Saúde na Pele

O programa Saúde na Pele é resultado da Lei estadual nº 13.469, regulamentada em novembro de 2013, que trata da prevenção e do combate às doenças associadas à exposição solar de trabalhadores rurais, pescadores e aquicultores gaúchos.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Rio Grande do Sul possui a maior incidência de câncer de pele no Brasil, com 6.38 novos casos de melanoma para cada 100 mil habitantes por ano. Em 2012, foram registrados 199 óbitos por este tipo de câncer no Estado.

O filtro solar protege a pele contra a radiação solar, mas não deve ser usado apenas quando há sol. Seu uso é indicado mesmo em dias frios, nublados ou chuvosos. A aplicação precisa ser diária em todas as áreas expostas do corpo, como rosto, mãos e braços, por exemplo.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...