Sêmen suíno resfriado: Emater/RS-Ascar concede veículo à Acsurs

Aconteceu, na quinta-feira, dia 1º, a entrega de um veículo Fiat/Palio WK Adventure Flex, ano 2005/2006, para a Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), por meio de comodato firmado com a Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/RS) e Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural (Ascar). O ato de entrega contou com a presença do presidente da Emater, Clair Kuhn, e ocorreu na sede da Acsurs.

O veículo será utilizado para transporte de doses de sêmen suíno produzidas pela Central de Produção de Sêmen (CPS) da Acsurs. A entidade atende cerca de 30 municípios gaúchos, com a produção de cerca de 20 mil doses ao mês para estes suinocultores, que se caracterizam, na maioria, por terem pequenas ou médias propriedades.

Até então, as doses eram entregues com veículo cedido, em 2013, pela Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), órgão ligado a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa/RS), através do Programa Estadual de Incremento da Qualidade Genética da Pecuária de Carne e Leite – o Dissemina, que busca o melhoramento genético dos rebanhos de propriedades da pecuária familiar. Ou, então, através de transporte terceirizado, rodoviário e aéreo.

O presidente da Acsurs, Valdecir Luis Folador, destaca que a concessão do veículo é importante tanto para a entidade quanto para o suinocultor, já que será dada continuidade às entregas das doses direto na granja.

CPS ao longo da história

Situado em Linha Porongos, no interior de Estrela, o Centro de Suinocultura Dr. Hélio Miguel de Rose – Central de Produção de Sêmen (CPS) da Acsurs iniciou suas atividades em 1976 e ao longo de sua história atendeu e atende suinocultores de todas as regiões do Estado.

Entre 2012 e 2013, o prédio da CPS recebeu reformas que possibilitaram a ampliação da capacidade de alojamento de machos e tecnologia e, em consequência disso, o aumento na produção de sêmen suíno resfriado.

De acordo com o médico-veterinário responsável pela CPS, Vanderlei Koboldt, todos os procedimentos realizados na Central são padronizados, cumprindo o programa normativo através do Procedimento Operacional Padrão auditado por empresa credenciada. “É uma ferramenta de gestão da qualidade que busca a excelência na prestação do serviço, procurando minimizar os erros nas ações rotineiras, de forma dinâmica e passível de evolução, que busca profundas transformações culturais na instituição, nos aspectos técnicos e político-institucionais”, explica Koboldt.

As doses de sêmen suíno resfriado são enviadas de forma regular para criadores de suínos independentes e integrados de todo o Rio Grande do Sul. Além dos suinocultores gaúchos, alguns produtores de Santa Catarina e Paraná e de Estados do Centro-Oeste já receberam remessas de sêmen oriundas da CPS/Acsurs. Para pedidos e mais informações: (51) 3712-1014.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...