Secretário Minetto conhece projeto de biogás da Cooperativa Languiru

A Cooperativa Languiru recebeu, recentemente, a visita de comitiva do Governo do Estado, com a presença do secretário de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo (SDR), Tarcisio Minetto. O grupo foi recebido na Unidade Produtora de Leitões (UPL) Mundo Novo, em Bom Retiro do Sul, pelo engenheiro ambiental da Languiru, Tiago Feldkircher, e pelo coordenador do Setor de Suínos do Departamento Técnico, Beto Markus.

O secretário seguia roteiro de visitação a empreendimentos gaúchos que apostam na geração de biogás como alternativa energética e de preservação ambiental. A Languiru implantou projeto piloto na UPL, utilizando o gás gerado por meio dos dejetos suínos nos biodigestores.

Após a visita, o grupo seguiu à Associação dos Funcionários da Languiru, onde foi recebido pelo presidente da cooperativa, Dirceu Bayer, acompanhado do diretor administrativo Décio Leonhardt e do assessor da direção Silério Hamester.

Projeto de biogás

Feldkircher apresentou detalhes técnicos do projeto de biogás, desenvolvido por meio de cooperação bilateral com a Federação de cooperativas alemãs (DGRV), o Sistema Ocergs-Sescoop/RS e a Cooperativa Languiru. A iniciativa visa especialmente à identificação das tecnologias de biogás existentes na Alemanha e possibilidades de adaptá-las às condições da região Sul do Brasil, considerando o crescente aumento da demanda energética e a dificuldade para o seu suprimento, fazendo ser necessário o investimento em novas fontes energéticas alternativas para auxiliar no desenvolvimento sustentável. “A cooperativa trabalha para tornar viável o aproveitamento dos dejetos suínos e, posteriormente, os resíduos provenientes das unidades industriais, com a possibilidade futura de geração de energia elétrica”, explicou.

Os dois biodigestores em Bom Retiro do Sul, no estilo canadense, têm capacidade de produção de 140 metros cúbicos de biogás, que equivalem a 70 Kg de gás de cozinha (GLP). Com os equipamentos, a Languiru utiliza biogás no aquecimento da água dos chuveiros e na cozinha da unidade, substituindo o GLP.

Parcerias

Bayer reafirmou o valor das parcerias e destacou o bom intercâmbio com entidades brasileiras e alemãs. “O projeto de biogás é algo inédito no Estado. É importante que esta consciência ambiental seja levada adiante, com iniciativas que possam refletir em resultados práticos de sustentabilidade ambiental, econômica e social. Estamos no início desse projeto”, disse, adiantando que a Languiru, com a ampliação futura do projeto de biogás, também busca atender às necessidades dos associados produtores.

O presidente ainda frisou que o Rio Grande do Sul está mais consciente sobre a importância do uso de biodigestores. “É preciso continuar evoluindo. Nos orgulhamos do que fizemos nos últimos anos, e receber a visita de um secretário de Estado que conhece a realidade das cooperativas é uma honra”, afirmou.

O secretário Minetto elogiou a gestão da Cooperativa Languiru e enalteceu a possibilidade de geração de energia, com redução de custos, a partir do aproveitamento dos dejetos suínos. “Parabéns pelo trabalho de parceria desenvolvido. Buscamos conhecer de perto esse processo e o modelo da Languiru que serve de exemplo. Existe uma tendência em avançarmos muito em termos de tecnologia, com uma longa caminhada pela frente”, afirmou, acrescentando que a SDR busca parcerias para ampliar o debate para políticas públicas de destinação de dejetos e geração de energia.

O secretário esteve acompanhado do diretor de Cooperativismo da SDR, Lino Haman, e ainda visitou a Ecocitrus, em Montenegro, que possui o projeto GNVerde, com planta-piloto de biometano e usina de compostagem de resíduos agroindustriais.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...