Reunião do Codae tem palestra sobre uso da vespa no combate à lagarta

Uma forma ecológica e com baixo custo no controle da lagarta do milho, feita com a utilização de uma espécie de vespa que é inimiga natural da lagarta, foi tema de palestra realizada na reunião do Conselho de Desenvolvimento Agropecuário de Estrela (Codae), realizada, recentemente, na Câmara de Vereadores. O assunto foi abordado pelo engenheiro agrônomo Michael da Silva Serpa, do escritório da Emater/RS-Ascar de Teutônia.

A intenção, conforme o secretário da Agricultura e presidente do Codae, José Adão Braun, é fomentar a utilização deste método, que substitui os agrotóxicos nas lavouras. “A vespa tem feito o controle da lagarta com eficiência e tem um custo bem mais baixo”, diz o secretário. Conforme Braun, a lagarta tem causado prejuízos nas lavouras de milho, que no município são essenciais na produção leiteira. “Trouxemos este assunto para o Conselho porque tem representantes de todas as localidades do interior e para que eles possam começar a discutir sua utilização”, frisa.

Na reunião o secretário apresentou também os resultados das encomendas de aveia (132 sacos) e azevém (71 sacos), entregues no final de abril aos produtores e cujo pagamento será em abril de 2017. Informou que está em fase de licitação a aquisição de adubo e uréia, cujos pedidos totalizaram em mais de 2,5 mil sacos de adubo e 1.106 de uréia, que são financiados aos agricultores por meio do Funderal, com prazo de um ano para o pagamento, sem juros.

Já em relação programa Troca-Troca de sementes de milho, Braun informou que a expectativa é de que nos próximos dias seja liberado pelo Governo do Estado, quando então poderão ser encaminhados os pedidos por parte dos produtores.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...