Reunião busca liberação do aeródromo de Estrela

As entidades representativas do Vale do Taquari seguem atentas à situação do aeródromo regional de Estrela, que está interditado desde 2011. O assunto foi pauta de mais uma reunião, realizada na terça-feira, dia 16, no Centro Universitário Univates.

Segundo a presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), Cíntia Agostini, o resultado do encontro foi o comprometimento regional com a demanda. “Que todos trabalhem na viabilização da homologação e uma especial atenção dos empresários para que administrem posteriormente o aeródromo”, ressalta. O prazo estimado para as obras que restam, vistoria e homologação, é o final deste ano.

Cíntia, o prefeito e o secretário de Planejamento de Estrela, Carlos Rafael Mallmann e Marco Wermann, respectivamente, relataram o estágio atual do empreendimento, suas condições e as obras necessárias para a liberação, as quais estão sendo executadas pela Administração de Estrela. Além disso, a prefeitura está à frente do plano de zoneamento exigido. Após esses encaminhamentos, será solicitada vistoria do local, que deve ser feita pela Agência Nacional de Aviação (Anac).

Conforme Cintia, o aeródromo não está nas prioridades de instalação de aeroportos no Estado, por parte do governo federal. Desta forma, o aporte final de recursos para homologação será feito por Estrela, que, posteriormente, repassará a administração à iniciativa privada.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...