Região vai apresentar suas demandas aos candidatos

Documento elaborado pelo Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC-VT); Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), Univates e DCE-Univates, denominado Estratégias para o Desenvolvimento do Vale do Taquari 2015-2018, será encaminhado aos candidatos que disputam o pleito deste ano.

Será levado ao conhecimento dos postulantes ao governo do Estado e também à Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

As prioridades elencadas no trabalho destacam as áreas da segurança pública, infraestrutura, saneamento básico, educação, saúde, energia elétrica, enchentes, agricultura, turismo e drogadição. Em cada uma são estabelecidas prioridades que o Vale gostaria de ver implementadas.

O objetivo das entidades era promover encontros com os candidatos ao governo do Estado, que ocorreriam este mês. Porém, diante da dificuldade de agenda e outros fatores, que impediram a realização dos eventos, as entidades pretendem aproveitar visitas dos políticos para entregar-lhes o documento.

Na ocasião, deverão propor aos candidatos que, se eleitos, atuem junto com as organizações regionais no sentido de estabelecer uma agenda visando à elaboração de um cronograma de encaminhamentos e soluções.

Demandas

Em cada uma das áreas, são citadas ainda outras demandas. Na infraestrutura, por exemplo, é solicitado apoio para que o tronco ou ramal da Ferrovia Norte Sul passe pela região. Na segurança pública, a instalação do Instituto Geral de Perícias; sistema de videomonitoramento e aumento das vagas prisionais (presídios, alas femininas, albergues) são citados.

Na área da saúde destacam-se, além da questão da traumatologia, investimentos na qualificação da atenção primária em saúde nas unidades básicas e no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), entre outras.

O fortalecimento da agricultura familiar, com várias ações, também faz parte do documento, assim como o diagnóstico das cadeias produtivas do Vale do Taquari, alternativas às do agronegócio e consolidação da cadeira produtiva do leite.

Na educação, implantação do Plano Nacional da Educação e discussão dos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio no Vale do Taquari. Em relação ao meio ambiente, discussão do Projeto Piloto Vale do Taquari – Mais Ambiental; acompanhamento do projeto de recuperação das águas da Bacia Taquari-Antas, coleta seletiva e reciclagem do lixo, e ações de limpeza e despoluição.

Novas cadeias produtivas e inovação são temas que constam do trabalho, que aponta a criação de Arranjos Produtivos Locais ( APLs) e instalação de seus órgãos de gestão (APL da Proteína Animal, APL da Floricultura, entre outros); o levantamento de dados sobre tecnologias disponíveis, apurando quais melhorias são demandadas para que se tornem ecológica, técnica e economicamente implantáveis; criação, em parceria das empresas com o Tecnovates, de projetos de pesquisa e desenvolvimento inovadores; confecção do Calendário Regional de Eventos; incentivo à implantação e operação do Trem Turístico; fomento à criação de cursos de capacitação e de qualificação no atendimento ao turista e a inclusão do Vale do Taquari na Cadeia de Suprimentos do Polo Naval.

As prioridades regionais

Segurança Pública
Aumento do efetivo dos órgãos de segurança; infraestrutura

Infraestrutura
Modais de transporte, BR- 386, ERS-129/130, ferrovia, porto e aeródromo

Saneamento básico
Proposição de investimentos em programas de saneamento

Educação
Busca pela ampliação de escolas em tempo integral

Saúde
Tratar regionalmente a especialidade da traumatologia

Energia elétrica
Investimentos na geração e distribuição de energia elétrica

Enchentes
Proposição, ampliação e qualificação do sistema de alertas de cheias e obras de controle de enchentes

Agricultura
Alternativas para reaproveitamento dos dejetos orgânicos

Turismo
Consolidação da infraestrutura turística, principalmente em se tratando de acessos asfálticos

Drogadição
Implantação de programas de prevenção e combate à dependência química

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...