Público de 800 pessoas participa da 15ª Convenção CDL Lajeado

Com a mensagem de criar experiências únicas, 800 pessoas participaram da 15ª Convenção CDL Lajeado. Além da cidade sede, mais 30 cidades estiveram representadas através de profissionais de empresas de comércio, serviços e indústria. O evento realizado na última quinta-feira, dia 25, no Clube Tiro e Caça, teve a presença de quatro palestrantes que provocaram a plateia sobre temas como equilíbrio da vida pessoal e profissional, gestão para o engajamento dos funcionários, inovação e mudança.

“Criar experiências únicas para os seus clientes, tema do nosso evento, surge como uma provocação para todos nós, independente do setor em que atuamos”, destacou o presidente da CDL Lajeado, Daniel Dullius. O dirigente provocou a plateia a refletir. “Quem já as pratica, que as fortaleça. E quem ainda não implementou, que o faça, sob pena de perder espaço num mercado cada vez mais competitivo e com clientes mais atentos, críticos e exigentes”.

Entre as autoridades presentes, destaque para o presidente da Associação Gaúcha para o Desenvolvimento do Varejo (AGV), Vilson Noer, presidente da Assembleia Legislativa do RS, deputado Edson Brum, e prefeito de Lajeado Luís Fernando Schmidt.

Mudança

Confirmando a expectativa em torno de sua participação, o professor Clóvis de Barros Filho empolgou a plateia com a abordagem que traçou um paralelo entre mudança e inovação. De forma humorada, salientou que o maior problema das pessoas é acreditar que existem coisas imutáveis, que serão eternas para sempre. “Quando a mudança ocorre elas reclamam, se sentem indefesas, começam a resgatar o passado como se fosse uma coisa boa – como fazem os reacionários e conservadores”. Para ele, é preciso aceitar as mudanças. Barros Filho enfatizou que “se a vida tem chance de dar certo, é com você no comando, assumindo a responsabilidade de encontrar o melhor caminho, assumido os riscos de errar e acertar”.

Vencendo o Próprio Jogo

Na palestra Vencendo o Próprio Jogo, Gabriel Carneiro Costa salientou a importância de ter coragem para mudar, enfrentando o medo e a insegurança, inerentes à atitude de transformar. Ao advertir para o erro de conceitos pré-estabelecidos, Costa afirmou que “vencer o próprio jogo tem muito mais a ver com percepção individual e questões internas, do que com o conceito social”.

Engajamento

Deli Matsuo apresentou sua trajetória empresarial pelo mundo, incluindo empresas como o Google, gigante de 50 mil colaboradores citada por várias vezes durante a palestra sobre gestão pessoas. A primeira orientação que compartilhou foi a importância do recrutamento e seleção. “A empresa é o que vocês contratam”, afirmou. Ele apontou com critérios principais do processo seletivo a cognição, ou seja, habilidade do indivíduo de aprender, e adaptação à cultura da empresa.

Matsuo provocou questionamentos da plateia ao apresentar um modelo de gestão de companhias que tocam seus negócios sem gerentes. “Neste caso, o empresário precisa garantir que as pessoas saibam muito bem o que devem fazer. Tê-las engajadas e comprometidas, conseguir falar e combinar o que deve ser feito. O maior problema, às vezes, é que as pessoas não se falam”.

Inovação

Inovação foi o mote da palestra de Alfredo Rocha. “O diferencial das empresas nos dias atuais é gente e inovação, porque quem inova são as pessoas”, disse. O palestrante destacou que inovação é condição para que o negócio sobreviva. Ele observa que esta pode ser passo a passo, radical, ou acontecer aos poucos para depois ser revolucionária.

Próxima edição

O coordenador do evento e vice-presidente de Capacitação da CDL Lajeado, Ricardo Luís Diedrich, agradeceu aos participantes e comemorou a reação positiva da plateia às palestras. Ele também já convidou para a 16ª Convenção CDL Lajeado, que será no dia 23 de junho de 2016, sob o tema “Os desafios do amanhã”.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...