Projetos do Codeter poderão viabilizar mais de R$ 500 mil

Dois projetos elaborados por meio do Colegiado de Desenvolvimento Territorial (Codeter) do Vale do Taquari poderão viabilizar mais de R$ 500 mil em recursos para o setor primário, na região, através da Seleção Pública de Propostas de Apoio à Infraestrutura em Territórios (Proinf) de 2013. Durante plenária realizada na semana passada, em Estrela, os núcleos de dirigente e técnico do Codeter apresentaram os projetos para um público de cerca de 50 pessoas, composto por representantes de prefeituras, Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR/RS), Emater/RS-Ascar, associações, cooperativas, instituições de ensino e outras entidades.

Um dos projetos, resultado da articulação do grupo regional de Diversificação da Produção no meio rural, visa à construção de uma “Central Regional de Comercialização de Produtos da Agricultura Familiar no Território Rural do Vale do Taquari”. Em caso de sucesso no pleito, o espaço – que deverá ser construído junto a ERS-129, próximo ao Parque João Batista Marquese, em Encantado – poderá resultar em um aporte financeiro de R$ 375 mil que será empregado na construção da obra, de cerca de 350 metros quadrados, e na obtenção de equipamentos, como balcões frigoríficos, fogões, computadores, entre outros.

Por meio da Central de Abastecimento, o objetivo será incentivar a produção de frutíferas e hortaliças e a legalização das agroindústrias locais, promover a capacitação de agricultores e estimular a organização coletiva da comercialização. De acordo com a coordenadora do Codeter, Liane Brackmann, a ideia é evoluir para uma possível cooperativa regional, gerenciada pelos próprios agricultores familiares, capaz de operar como um centro de logística de comercialização. “Este é um primeiro passo dado, que poderá ser ampliado com o envolvimento de outros parceiros” avaliou.

Outro projeto será voltado à aquisição de máquinas e equipamentos para a Associação dos Produtores Rurais da Região Alta de Progresso (Aprap). O objetivo é a obtenção de mais de R$ 150 mil para a aquisição de um trator agrícola, de uma ensiladeira e de uma grade niveladora, cerca de 200 produtores de leite da região. Além destas, serão encaminhadas outras propostas, com temas como reservação de água, tratamento de resíduos sólidos e construção de cisternas, com vistas à obtenção de recursos junto ao Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) e a outras entidades.

Na mesma plenária, ficou definida a data em que serão escolhidos pelos núcleos dirigente e técnico do Codeter, os novos coordenador regional e secretário geral da entidade. Em tom de despedida, a atual coordenadora Liane Brackmann valorizou a caminhada realizada até este momento, nos dois anos em que esteve à frente do colegiado. “Esta é uma construção coletiva que iniciou com os diagnósticos nas comunidades e que hoje culmina em projetos que tomam forma efetivamente”, recordou. Para Liane há que se refletir sobre as possibilidades de evolução, mas sem pensar apenas na obtenção de recursos, e sim no significado do processo que, no fim das contas, visa a levar as boas políticas públicas para as comunidades rurais da região.

Sobre o Codeter

Homologado no final do ano passado, o Codeter Vale do Taquari facilitará o acesso às diversas políticas públicas federais, estaduais e municipais de apoio aos pequenos municípios, com predominância da atividade agrícola. No Vale do Taquari são diversas entidades do setor público e da sociedade civil, envolvidas no processo. O objetivo do trabalho é a promoção do desenvolvimento local e regional, por meio da geração de novas propostas sobre o modelo de produção agropecuário desenvolvido atualmente. A iniciativa pretende evitar, no futuro, a exclusão dos agricultores, promovendo a permanência dos jovens rurais, com condições para que ocorra a sucessão no meio rural.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...