Projeto leva quintais orgânicos de frutas a agricultores de Arvorezinha

Um projeto implantado pela Emater/RS-Ascar e pelo Sicredi de Arvorezinha, com o apoio da Prefeitura e da Embrapa Clima Temperado, está levando 41 quintais orgânicos de frutas para agricultores do município. Cada quintal contará com 17 frutíferas diferentes, totalizando 40 pés no total, para cada pomar. Entre as variedades de frutas entregues aos produtores, estão goiaba, figo, uva, laranja, limão, pêssego, tangerina, caqui, entre outras. O evento para lançamento do Programa foi realizado na última sexta-feira, dia 7, no salão comunitário do Bairro Nossa Senhora das Graças.

Conforme o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar de Arvorezinha, Ivan Bonjorno, o projeto como objetivos promover a segurança e a soberania alimentar das famílias do meio rural e resgatar a produção de alimentos nas propriedades para promoção da saúde familiar. “A intenção do programa também é incentivar a diversificação produtiva e produzir alimentos mais saudáveis e nutritivos por meio da implantação desses pomares domésticos”, salienta. Também estão sendo entregues, em cada kit, espécies de frutíferas menos tradicionais, como, guabiju, lichia e uvaia.

Bonjorno explica que a ideia para a implantação de quintais orgânicos no município partiu de uma articulação feita pela equipe da Emater/RS-Ascar ainda em 2013. “Na época, conseguimos trazer para cá cinco pomares”, relembra. Foi a partir de uma reunião com o Sicredi local, hoje patrocinador do programa, que surgiu a oportunidade para a ampliação do projeto. “Estamos sempre à procura de projetos consistentes, e esse era completo, especialmente pelo caráter social envolvido”, enfatiza o gerente da unidade do Sicredi de Arvorezinha, Eduardo Ranzi de Oliveira. O investimento total foi de R$ 12,5 mil.

Para a seleção dos beneficiários, a Emater/RS-Ascar realizou reuniões com famílias que tivessem o real interesse em participar. “Além disso, optamos por famílias com menor poder aquisitivo, que tivessem crianças na unidade de produção e que fizessem parte da Chamada Pública da Sustentabilidade”, observa o técnico agrícola da entidade, Júlio Marcon. Marcon explica que os extensionistas prestarão acompanhamento técnico em todas as etapas, desde o preparo do solo e o plantio das mudas, até as podas. “Aos produtores caberá o zelo pelas mudas, o manejo e o cuidado com as pragas”, salienta.

A agricultora Salete Lampert Naibo, da localidade de Linha São José, será uma das beneficiadas pelo programa. Na propriedade em que mora com os pais, com o marido e dois filhos, Salete trabalha com produção de erva-mate, suinocultura, bovinocultura de leite e cultivo de eucalipto. “Agora a gente tem a oportunidade de diversificar ainda mais os nossos cultivos”, afirma. Para Salete, os quintais orgânicos funcionam como um símbolo do novo momento vivido pela família que, há cerca de cinco anos, deixou para trás o cultivo de tabaco. “Hoje, além de termos comida em abundância, sabemos que ela é saudável”, garante.

Falando em nome dos agricultores, Salete disse se sentir orgulhosa por fazer parte do programa, tendo apenas a agradecer a Emater/RS-Ascar e o Sicredi por proporcionarem ao município algo nunca antes imaginado. “Somos privilegiados por isso”, disse. O assistente técnico regional em Sistema de Produção Vegetal da Emater/RS-Ascar, Derli Bonine, que, durante o evento realizou uma demonstração prática de plantio, falou da importância de um pomar bem planejado, capaz de garantir o cultivo de frutas o ano todo. “E não apenas de frutas in natura, mas também de produção de geleias ou compotas, como forma de agregar valor”, disse.

O evento contou ainda com a presença de outras autoridades, como o coordenador do projeto na Embrapa, engenheiro agrônomo Fernando Costa Gomes, o diretor de negócios do Sicredi, Eudes Mesacaza, e o prefeito de Arvorezinha, Luiz Paulo Fontana. Gomes explicou que o projeto iniciou em 2003, com 11 quintais, estando, hoje, perto dos dois mil. “Estamos presentes em 173 municípios da Região Sul, com mais de 54 mil famílias diretamente beneficiadas e 320 mil árvores plantadas”, afirma. “E isso nos enche de orgulho e nos deixa felizes por estar fazendo essa entrega aqui hoje”, finaliza.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...