Projeto de pastagens perenes beneficia 27 famílias em Estrela

Garantir alimentação de qualidade e o ano todo. Essa é a prerrogativa do projeto de pastagens perenes do Governo do Estado, que está beneficiando 27 famílias do interior de Estrela. Uma das principais vantagens do programa é o baixo custo, pois a pastagem requer pouca manutenção e manejo.

Os cerca de R$ 58,8 mil do convênio firmado entre o Estado e o município foram revertidos em 350 mil mudas de tifton (espécie gramínea), 140 sacos de adubo e 245 sacos de uréia, já distribuídos aos agricultores. Na tarde da última terça-feira, dia 18, o prefeito em exercício, Valmor Griebeler, acompanhado do servidor Eduardo Locatelli (Central de Projetos) e do técnico da Emater, Thiago Konrad, visitou a propriedade de Rafael Collet, em Linha Delfina, para conferir o plantio.

“Essa pastagem é de excelente qualidade e auxilia muito na produtividade, pois é perene e quase não gera custos”, enfatiza Collet. Na propriedade, 60 bovinos geram cerca de 500 litros de leite por dia. O prefeito em exercício enalteceu o serviço da Central de Projetos, que fez o cadastramento do projeto e a parceria com o Estado. “É importante estar atento aos programas no RS e no Brasil. Precisamos permanentemente cadastrar os projetos e buscar os recursos”, enfatiza.

Collet separou um pedaço da terra só para a nova pastagem. Como esta grama se desenvolve no verão, a intenção é que se espalhe pelo terreno. “No futuro quero ter só pastagem perene aqui, melhorando ainda mais nosso rebanho”, afirma.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...