Programa Vale dos Lácteos sofre alterações para qualificar propriedades e produtividade

A partir do mês de setembro os produtores que integram o Programa Vale dos Láteos da Dália Alimentos passarão a receber novas orientações. O objetivo, segundo a equipe técnica do Setor de Gado Leiteiro, é melhor atender aos associados que participam do programa, além de qualificar ainda mais a produção de leite.

Sessenta e três produtores integram o Vale dos Lácteos, cujo programa foi instituído há cinco anos e reúne associados considerados referência no quesito produtividade em bovinocultura leiteira.

Todas as alterações sugeridas pela Dália Alimentos foram apresentadas na sexta-feira, dia 11, em um encontro realizado no Auditório Brasil do Centro Administrativo de Encantado. O gerente da Divisão Produção Agropecuária (DPA), Igor Weingartner, e o zootecnista e supervisor de Gado Leiteiro, Fernando de Araujo, falaram a respeito das modificações no programa.

Eles detalharam os resultados satisfatórios do projeto até então e explicaram as principais modificações a serem realizadas. O vice-presidente do Conselho de Administração da Dália Alimentos, Pasqual Bertoldi, também esteve presente prestando esclarecimentos.

Dentre as novidades implementadas para qualificar ainda mais a produção, estão as que dizem respeito a seis itens: melhoramento genético, registro de animais, assistência reprodutiva, nutrição, controle leiteiro e qualidade do leite.

De acordo com Araujo, desde a sua implantação, o Programa Vale dos Lácteos vem obtendo resultados satisfatórios dentro das propriedades atendidas. “O sucesso obtido é fruto da dedicação de produtores associados e técnicos da Dália Alimentos que, através da assistência técnica, melhoram os índices produtivos das propriedades e geram mais renda ao produtor e fornecimento de matéria-prima de melhor qualidade para a indústria.”

A média de litros de leite por vaca/dia dos produtores que congregam o Programa Vale dos Lácteos é 26,7 litros/vaca/dia. O rebanho é composto por 3.571 animais, todos cadastrados junto à Associação dos Criadores de Gado Holandês do RS (Gadolando).

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...