Produção leiteira do Vale cresce três vezes mais que a do Estado

Dos quase 4,7 bilhões de litros de leite produzidos no Rio Grande do Sul, no ano passado, mais de 308 milhões de litros saíram da região – o correspondente a 6,58% do total. Com 20 municípios figurando entre os produtores gaúchos de leite, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados na última quinta-feira, dia 8, o Vale do Taquari cresceu três vezes mais do que o Estado no setor leiteiro. Enquanto a produção do Rio Grande do Sul aumentou 3,9% em 2014, no Vale subiu 12%.

Na opinião do presidente do Instituto Gaúcho do Leite (IGL), Gilberto Antônio Piccinini, entre os fatores que explicam o crescimento superior ao do Estado está a atuação das cooperativas de leite na região. Além da garantia da compra do leite dos agricultores, a assistência técnica contribui para fomentar a produção com qualidade. “O Vale do Taquari é a segunda maior bacia leiteira do Estado e cresce acima da média justamente pela atuação das cooperativas”, considera. Ele ainda destaca o compromisso das administrações municipais, que enxergam a importância do setor leiteiro para a economia das cidades.

Apesar de muitas empresas e produtores terem sofrido reflexos da crise desencadeada pela Operação Leite Compen$ado, em 2013, que identificou um esquema de adulteração do leite, Piccinini entende que agricultores e instituições sérias tiveram a possibilidade de crescer, no período. “Umas fecharam e outras cresceram, aproveitando a oportunidade de mercado.”

Destaques

Estrela lidera entre os municípios da região no ranking da produção leiteira do estado, com a 10ª colocação. Junto de Teutônia, que ocupa a 15ª posição estadual, a “Princesa do Vale” produziu o equivalente a 25% de todo o leite da região e 1,64% do Rio Grande do Sul, no ano passado.

Região produz mais da metade dos ovos de codorna do Estado

Com 1,85 milhão de dúzias em 2014, Paverama lidera entre os municípios gaúchos produtores de ovos de codorna. O Vale do Taquari também marca presença entre os dez primeiros colocados com Santa Clara do Sul, Bom Retiro do Sul, Teutônia e Lajeado. Ao todo, no passado, o setor movimentou mais de R$ 4,3 milhões na região – o equivalente a quase 40% do valor da produção no Estado.

No relatório da Produção da Pecuária Municipal, divulgado pelo IBGE, o Vale também se destaca na produção de ovos de galinha. Ao longo do ano passado, foram 48 milhões de dúzias produzidas em 27 municípios da região. A quantidade representa 13,4% do total dos ovos produzidos em território gaúcho. Além disso, a produção local foi responsável por 11,3% de todo o valor movimentado no Estado, pela comercialização de ovos – o equivalente a pouco mais de R$ 779 milhões.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...