Produção de silagem de qualidade é tema de tarde de campo em Progresso

Um grupo de agricultores do município de Progresso participou na quarta-feira, dia 20, de uma tarde de campo com o tema “Produção de silagem de qualidade”. A atividade foi realizada na propriedade do agricultor Valdemir Dalbosco, da localidade de Anto Bravo. Na ocasião, o assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar em Sistema de Produção Animal, Martin Schmachtenberg, abordou a importância da silagem de qualidade e quais os cuidados necessários para que haja bons resultados.

Para o técnico, não se trata apenas de cuidar do equilíbrio dos nutrientes do solo, mas também de observar outros aspectos, como ponto de corte do milho, localização do silo e tamanho de partículas. “São pequenos ajustes que, muitas vezes, podem representar ganhos em qualidade que refletirão em um aumento de renda para o bovinocultor”, ressalta Schmachtenberg. “Ainda mais se levarmos em conta o fato de que cerca de metade do custo de produção do leite vem da alimentação”.

O anfitrião do dia valorizou a oportunidade de receber técnicos da Emater/RS-Ascar e produtores em sua propriedade. “É uma boa oportunidade para trocar experiências e conhecer mais sobre os temas”, observou. Com 16 vacas em lactação, produzindo cerca de 160 litros de leite por dia, Dalbosco trabalha, ao lado da esposa Nilza e do filho Wagner, para qualificar e ampliar a produção. “Melhoramos muito nos últimos anos, especialmente no que se refere a genética dos animais, sendo a nossa intenção chegar as 25 vacas em lactação”, projeta.

Dalbosco é um dos 91 agricultores de Progresso que integram a Chamada Pública da Diversificação do Tabaco – operacionalizada localmente pela Emater/RS-Ascar, por meio de convênio com o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA). No município também está sendo trabalhada a Chamada Pública da Sustentabilidade, que atende outros 180 produtores. Entre os meses de abril e setembro de 2016 serão dezenas de oficinas, reuniões e dias de campo sobre temas relacionados a solos, leite, fruticultura, piscicultura e água, entre outros, voltadas a esse público.

O engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar de Progesso, Álvaro Trierweiler, salienta a importância das chamadas públicas como ferramenta voltada a fortalecer os serviços de assistência técnica e extensão rural e social à agricultura familiar. “Além do alto volume de produtores atendidos, há certa burocracia e uma necessidade urgente de um direcionamento das ações, quem sabe no sentido de formar grupos de trabalho sobre cada um dos temas abordados”, especificou.

O próximo evento em Progresso ocorre nesta na quarta-feira, dia 27, na localidade de São Luís, a partir das 14h, quando serão abordados assuntos relacionados à criação correta de terneiras e adubação de pastagens. Já no dia 28 de abril a atividade, com o tema Piscicultura, inicia ás 19h, em Alta Picada Serra. Após, no dia 05 de maio também no turno da noite, a localidade de Batovira receberá encontro sobre controle de pragas. A relação completa das ações com produtores envolvidos nas chamadas públicas pode ser obtida no escritório da Emater/RS-Ascar local.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...