Produção de Silagem de Qualidade é tema de tarde de campo em Arroio do Meio

A Emater/RS-Ascar e a Prefeitura de Arroio do Meio realizaram, na última quarta-feira, dia 20, na propriedade do agricultor Jaime Ricardo Heck, da localidade de Arroio Grande Superior, uma Tarde de Campo sobre Produção de Silagem de Qualidade. O evento, parte da Chamada Pública do Leite, operacionalizada pela Emater/RS-Ascar por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), contou com palestra e atividade prática sobre regulagem e manutenção de ensiladeira.

Na ocasião, o assistente técnico regional em Sistema de Produção Animal da Emater/RS-Ascar, Martin Schmachtenberg, abordou a importância de uma silagem de qualidade e de como eventuais adequações podem resultar em ganhos significativos. “Na hora de plantar, é importante não apenas analisar se o solo está equilibrado, mas também observar outros aspectos, como ponto de corte, época da colheita, localização do silo e tamanho de partículas”, salientou. A parte prática foi apresentada por uma equipe da Tratorpeças Mário, de Lajeado.

A atividade é parte dos trabalhos que encerra o segundo ano do Lote 19, da Chamada Pública do Leite. Desde o início de 2014, são 500 famílias de 41 municípios dos vales do Caí e Taquari, além de Serra Gaúcha, participando de cursos, capacitações, seminários, palestras e dias de campo. “A intenção é a de promover o aumento da produtividade, da renda e da qualidade de vida dos participantes, especialmente para os produtores que trabalham com uma litragem mais baixa”, enfatizou Schmachtenberg, que também coordena a Chamada na região.

O agricultor anfitrião se disse satisfeito em poder receber outros produtores de leite em sua propriedade. “É nesses casos que temos a possibilidade de trocar ideias, ouvir sobre outras experiências, algo que sempre é válido”, pontuou Heck. As alterações que fez na propriedade – hoje com 15 vacas em lactação, com um rendimento de cerca de 170 litros de leite ao dia – também são resultado do conhecimento adquirido anteriormente. “Já participei de diversos cursos e capacitações, e as melhorias que a gente faz, sejam na dieta ou na genética, quase sempre geram bons resultados”, acredita.

Heck trabalhava fora da propriedade, como operador de retroescavadeira, mas tinha vontade de retornar, algo que ocorreu em junho de 2014. “Sempre gostei da lida na roça, além do fato de que sonhava em dar uma vida melhor pra minha esposa, que trabalha como faxineira”, explica. O objetivo será plenamente alcançado nos próximos meses, quando a esposa deixará a empresa para a qual presta serviço, para voltar para junto da família, auxiliando na produção de leite. O objetivo, a partir de então, será ampliar o rebanho e a produtividade. “Penso que possamos chegar a 30 animais com produção diária de 600 litros de leite”, projeta.

O evento contou também com a participação de lideranças locais, como o secretário de agricultura de Arroio do Meio, Paulo Heck, e o engenheiro agrônomo e assessor da Secretaria, Paulo Steiner. Ao desejar a todos um bom encontro, Steiner valorizou o trabalho integrado entre as diversas entidades – Emater/RS-Ascar, Secretaria da Agricultura, Conselho Arroio-Meense de Desenvolvimento Rural (Conar) e associações de agricultores – no sentido de fortalecer o setor primário. “É a partir da união de forças que podemos tornar a nossa agricultura mais forte”, destacou.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...