Presidente da Languiru lança livro em evento da CIC Teutônia

Mais de 160 pessoas prestigiaram a última edição do Almoço Empresarial de 2014 organizada pela CIC Teutônia, nesta oportunidade com a parceria da Cooperativa Languiru. O evento ocorreu no Auditório 03 da entidade empresarial e teve como palestrante o presidente da Languiru, Dirceu Bayer, que abordou o tema “Uma nova Languiru” e lançou oficialmente seu livro “Caminhos da recuperação da Cooperativa Languiru”, onde fala da retomada do crescimento da cooperativa teutoniense, que em 2015 completa 60 anos de fundação.

Além do prefeito de Teutônia, Renato Altmann, e do presidente do Legislativo de Teutônia, vereador Valdir Oliveira do Amaral, a mesa principal contou com a presença do presidente em exercício da CIC, Renato Scheffler, e dos presidentes das três principais cooperativas de Teutônia: Bayer (Languiru), Silvo Landmeier (Sicredi Ouro Branco) e Erineo Hennemann (Certel).

Nas boas-vindas, Scheffler realizou agradecimento especial a Bayer por ter escolhido evento da CIC para lançamento do seu livro. “É um momento muito importante para a história da Cooperativa Languiru. Que a obra seja muito útil para todos os nossos empresários, servindo de incentivo e exemplo de mudança e melhoria da gestão”, disse.

“Comemoramos este modelo de gestão instituído com muito sucesso na Languiru. Ficamos muito felizes que esse trabalho possa servir de exemplo para outras empresas, inclusive de outros segmentos. O livro apresenta uma realidade, não se trata de uma obra de ficção. O programa de reestruturação está dando certo”, frisou Bayer na abertura da palestra.

“Uma nova Languiru”

Bayer apresentou números e informações institucionais da Languiru, fundada em 13 de novembro de 1955, hoje consagrada a 3ª maior cooperativa agropecuária do Rio Grande do Sul e a maior empresa com sede no Vale do Taquari, além de ser a 57ª no ranking das maiores empresas do Estado, conforme a Revista Amanhã.

A cooperativa vive o seu melhor momento na história, encerrando o exercício de 2013 com faturamento de R$ 845 milhões e previsão de alcançar cerca de R$ 1 bilhão em 2014. Atualmente, conta com 5,8 mil associados distribuídos em 60 municípios gaúchos e 2,9 mil colaboradores, com mais de 35 mil pessoas envolvidas direta e indiretamente nas suas atividades.

A Languiru possui unidades industriais e comerciais em 13 municípios do Rio Grande do Sul, com distribuição de seus cerca de 550 produtos em 23 estados do Brasil, além de exportação para mais de 40 países.

O livro “Caminhos da recuperação da Cooperativa Languiru” esteve em construção nos últimos cinco anos, como trabalho de formação do presidente nos cursos de MBA em Gestão do Agronegócio e Gestão de Cooperativas. Apresenta um resumo da reestruturação da cooperativa nos últimos 12 anos. “O livro registra as dificuldades encontradas quando assumimos, em 2002, um momento muito ruim para a Languiru. Fala das medidas implantadas para mudar essa situação, com a aplicação do Planejamento Estratégico. Tudo que foi feito foi necessário para recolocar a Languiru no seu norte. Por fim, num terceiro momento, apresentamos o resultado atual, mostrando que todo o sacrifício valeu à pena. Hoje vivenciamos o reconhecimento da comunidade como um todo, o que muito nos alegra. Tudo isso foram fatores de motivação para que esses momentos ficassem registrados nos anais da cooperativa”, revelou o presidente.

Bayer ainda destacou a importância do sistema cooperativo, que possui a prerrogativa de gerar resultados e reinvesti-los na região, possibilitando o desenvolvimento regional. “A transparência é parte da filosofia do cooperativismo. Por isso, estamos lançando este livro no momento certo, no melhor momento da Cooperativa Languiru, sólida e de grande credibilidade no cenário nacional e internacional”, afirmou.

Números

Entre os números da Languiru que receberam destaque estiveram os investimentos, que superam os R$ 200 milhões nos últimos 12 anos, o maior volume investido mais recentemente. “Assumimos a cooperativa com um parque industrial sucateado em 2002, e hoje contamos com um patrimônio novo e moderno. Estamos muito felizes em fazer os investimentos certos no momento certo, e agora colhemos os frutos desse planejamento. Paralelamente a isso, os nossos associados produtores também investiram nas suas propriedades rurais e os jovens estão permanecendo no campo, o que tem contribuído para a redução da idade média do quadro social da Languiru”, concluiu Bayer, desejando a todos um feliz Natal e um novo ano de muitas realizações.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...