Postos avançados da Junta Comercial instalados nas ACIS serão fechados

A Federasul quer manter a parceria da Junta com as ACIS evitando maiores gastos para o Estado

Aumenta a indignação dos empreendedores com relação a decisão da Junta Comercial que obrigará as ACIS a fecharem os postos avançados no interior. A Federasul está à frente desse processo para evitar que novos custos recaiam sobre as contas públicas pois a entidade acredita que da forma como vem operando, além de não aumentar os custos para o Estado, contribui para orientar os empresários na suas necessidades.

Em recente reunião com o presidente da Junta Comercial, Flávio Koch e o secretário-geral, Carlos Vicente Bernardoni Gonçalves, a presidente da Federasul, Simone Leite, foi informada sobre a decisão da Junta em trabalhar em parcerias com as Prefeituras e promover um concurso público para contratação de 34 novos funcionários públicos (aliás, o mesmo número de escritórios que serão fechados no interior, localizados nas ACIS).

A Federasul quer manter os escritórios pois eles já conhecem o mecanismo das operações e tem ajudado a esclarecer as dúvidas com a rapidez essencial para a classe produtiva. “Precisamos facilitar a vida dos empreendedores ajudando na solução de seus problemas. A Junta 100% digital é um grande avanço mas precisamos dar condições para os empreendedores cumprir os ritos estabelecidos”, explica Simone Leite e acrescenta “hoje a parceria com as ACIS + Prefeituras permite a remuneração por produtividade e o que o governo está propondo é contratar mais servidores para inchar a máquina pública.”

A Federasul vai agendar uma reunião com o governador Eduardo Leite para saber se essa decisão tem sua chancela. Caso positivo, lembra a presidente da Federasul, “só temos a lamentar a falta de visão dos gestores públicos”.

Fonte Imprensa Federasul

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...