Plano Estratégico Regional de Turismo define desafios para o Vale do Taquari

Cerca de 50 gestores de turismo da Região Turística Vale do Taquari estiveram reunidos na segunda-feira, dia 3, na prefeitura de Encantado para dar início ao processo de elaboração do Planejamento Regional do setor.

A ação promovida pela Secretaria Estadual de Turismo (Setur-RS), com o apoio da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), teve o objetivo de identificar os produtos a serem estruturados nos municípios do Vale do Taquari e posicionar melhor a região no mercado turístico.

Conforme explica a turismóloga da Amturvales, Lizeli Bergamaschi, a consultoria visou oferecer à região um plano de desenvolvimento nos seus carros-chefes, garantindo a continuidade da consolidação do Vale como um dos principais destinos do Rio Grande do Sul.

A secretária Estadual de Turismo, Abgail Pereira, ressalta que o Planejamento Regional vai ao encontro do Plano Estadual de Desenvolvimento do Turismo desenvolvido para 2012-2015. “Avaliamos que o momento é promissor para realizar o Planejamento Estratégico, pois hoje temos uma política pública de turismo que contribui para buscarmos a infraestrutura necessária, a qualificação da prestação de serviços e uma promoção do turismo nas regiões”, disse.

De acordo com a secretária, o Planejamento buscar identificar potenciais e deficiências da região. “Aqui temos um potencial maravilhoso. Quanto mais o nosso planejamento der conta de identificar a identidade turística, a vocação, os potenciais e os pontos fracos da região, mais facilidade teremos de enfrentá-los e tornarmos a região em um grande destino”, afirma Abgail.

Entre as próximas ações da região, ficou definida a realização de uma reunião com os participantes da oficina no dia 10 de março para apresentação do Plano, validação e definição das ações prioritárias do Vale. Também está entre as ações da região a construção de um Plano de Publicidade e Marketing.

Ao todo, a Secretaria vai promover 25 oficinas de planejamento participativo e integrado com as comunidades para discutir o sistema de gestão, estruturar os segmentos dos destinos, bem como os atrativos e a promoção da região.

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...