Para FIERGS, medidas do governo melhoram a confiança do empresário e do consumidor

Retomada dos empregos será mais lenta que a da economia

Porto Alegre, 15 de dezembro de 2016 – Ao avaliar as medidas do governo federal para estimular a economia, o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, considerou os anúncios estratégicos e importantes, mas que dependem de implementação.  Entre as medidas, a desburocratização, com o objetivo de diminuir o Custo Brasil. “São bastante positivas e indicam uma melhora de confiança, não só do empresário, mas do consumidor, o nosso problema hoje é também a diminuição do consumo das famílias”.

A correção da tabela do enquadramento de empresas no BNDES de R$ 90 milhões para R$ 300 milhões/ano, que não era corrigida desde 2010, traz uma série de vantagens para as pequenas e médias empresas não só de prazo, mas também de percentual do financiamento do investimento a ser feito. “Temos ainda atendida uma antiga reivindicação da indústria, que é a redução da multa do Fundo de Garantia, criada para ajustes de correções de planos econômicos no passado e com o déficit reposto há muitos anos”.

São medidas iniciais, diz Müller. “Para reativar realmente a economia precisamos de revisões de uma série de questões, entre elas o sistema tributário, o enfoque do que tributar e em que percentuais. A nossa lei trabalhista também precisa de atualização, ela vem desde Getúlio Vargas, e com a implementação da indústria 4.0 mudou o cenário.”

Em termos de impactos diretos para a economia, as medidas mais importantes são aquelas que tratam do Refis. “Conforme abordamos na apresentação do Balanço Econômico de 2016 da FIERGS, a elevada dificuldade financeira das empresas é um elemento determinante para que essa crise seja tão longa. No momento que o processo de Refis ganhar  celeridade, a saída da crise pode ocorrer com um pouco mais de vigor”. Na opinião de Müller, “a volta do número de empregos será mais lenta do que a retomada da economia.”

Fonte UNICOM - Unidade de Comunicação Sistema FIERGS

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...