Oitavo módulo de curso sobre NBR 15575 aborda desempenho de fornecedores

Na última quarta-feira, dia 21, ocorreu o oitavo módulo do curso Implementação de Requisitos de Desempenho de Acordo com ABNT NBR 15575/2013, promovido pelo Sindicato das Indústrias da Construção, Mobiliário, Marcenarias, Olarias e Cerâmicas para a Construção, Artefatos e Produtos de Cimento e Concreto Pré-Misturados do Vale do Taquari (Sinduscom-VT). Voltado a empresas que buscam se adequar à legislação nacional, o encontro abordou a importância de possuir parcerias entre construtoras e fornecedores adaptados à normativa. “A norma de desempenho foi desenvolvida para atender aos direitos do usuário e toda esta responsabilidade cai por cima do construtor e incorporador, bem como os profissionais técnicos responsáveis pelo projeto. Por isso, é importante exigir dos fornecedores e projetistas que estejam adequados à NBR”, explica Bernardo Tutikian, um dos instrutores do curso.

A adequação à lei impõe ao mercado da construção civil uma mudança de cultura. Segundo Roberto Sukster, também professor do treinamento, as empresas estavam acostumadas a trabalhar de forma individual e hoje isto não é suficiente para que a obra final esteja regulamentada. “Para atender a NBR 15575 todos os fornecedores devem estar adaptados, é uma parceria entre empresa e fornecedores, de maneira que todos ganham”, destaca. As organizações podem optar por três tipos de adequação: Mínimo, Intermediário e Superior.

A NBR 15575 já está em vigor. E durante o oitavo módulo do curso, quatro organizações que já estão ajustadas à lei apresentaram seus cases: Grupo FCC com a Massa Dundun, Pauluzzi Blocos Cerâmicos, Grupo Fiuza e Construrohr. Os representantes da Dundun abordaram os desafios e resultados do seu sistema de adequação. “Os resultados precisam ser testados em laboratório ou nas próprias edificações”, afirma o gerente comercial Fabiano Araújo. A empresa está enquadrada ao nível superior de desempenho da norma.

O curso conta com a participação de 12 construtoras, sendo que para este encontro foram convidados a participar ceramistas associados do Sinduscom-VT. O objetivo é sensibilizar as empresas da importância de se enquadrar à norma pelo sério risco de perder mercado. O curso da NBR 15575 conta com dois encontros mensais e segue até dezembro deste ano.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...