Nova secretária garante Natal no Morro

Por questões financeiras, o prefeito Luiz Paulo Fontana nomeou seus secretários aos poucos. A última pasta a receber um titular foi a de Turismo e Cultura. Rejane Borille assumiu recentemente e garante que, apesar do tempo apertado, haverá o Natal no Morro em 2013. “É o evento mais tradicional do município, vamos fazer sim”, afirma. Da mesma forma, será promovido o Baile de Escolha da Soberana, que deveria ter ocorrido em fevereiro. “Será em setembro. Já estamos trabalhando nos preparativos. Também estou reunindo o Conselho Municipal de Cultura para me inteirar dos assuntos que estão em andamento”, comenta.

Segundo ela, este é um período de reorganização da secretaria. “Precisamos ver o que está sendo feito para podermos retomar as atividades. É uma secretaria que trabalha muito em cima de projetos, mas como já estamos no segundo semestre do ano, perdemos os prazos e teremos dificuldades em captar recursos nessa área, mas vamos trabalhar”, assegura.

De acordo com a secretária, o foco das ações no momento é a realização do Natal no Morro. “Já estamos articulando o evento, construindo o projeto para que possamos avaliar o investimento necessário e a forma como iremos buscar esses valores. Ainda é o início do trabalho, mas estamos bem empenhados”, ressalta.

Rejane reforça que atividades paralelas que eram realizadas na Casa de Cultura até o ano passado deverão ser recuperadas em 2014. “Estamos nos inteirando do funcionamento do Coral e da Banda Municipal. A ideia é retomar as oficinas de música, canto, dança e outras no ano que vem, pois precisamos buscar profissionais capacitados e nos adequar ao Orçamento que possuímos”, comenta.

Um desafio a cada dia

Rejane salienta que o cargo é um grande desafio. “A cada dia, nos deparamos com novas surpresas e precisamos estar preparados para lidar com qualquer situação. Mas acredito que está sendo um grande aprendizado e que iremos colher bons frutos”, destaca. Para ela, as pessoas precisam despertar para a importância que o turismo tem para a região. “Contamos com várias rotas interessantes e com potencial e devemos explorar isso. As pesquisas nos mostram que as visitas crescem gradativamente, mas cabe à comunidade ver o quanto isso é significativo para divulgação e a economia do município”, afirma.

Quanto à Cultura, ela destaca a diversidade de costumes, bem como o número de grupos ligados à área. “Temos o CTG, grupos de danças, coral, terno de reis, entre outros. Porém, é necessário que haja um fortalecimento desses grupos, que a cultura seja levada para toda a comunidade, nas escolas, inclusive a gastronomia italiana, que é um dos destaques daqui”, acredita.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...