Nova gerência da Emater/RS-Ascar de Lajeado realiza primeira reunião com equipe regional

Os recém-empossados gerentes regional e adjunto da Emater/RS-Ascar de Lajeado, respectivamente, Marcelo Brandoli e Carlos Lagemann, realizaram nesta segunda-feira, dia 23, a primeira reunião envolvendo assistentes técnicos regionais (ATRs), supervisores e integrantes da equipe administrativa local. A atividade ocorreu na sala de reuniões Martin Wanderer, do Escritório Regional, e teve o objetivo de, entre outros, apresentar a nova Gerência aos empregados, repassar informações relativas à Diretoria da Emater/RS-Ascar e nivelar o trabalho que envolve as chamadas públicas em operacionalização. A região administrativa de Lajeado engloba 55 municípios dos vales do Caí e Taquari.

Brandoli ressaltou que a Instituição seguirá trabalhando para se consolidar como referência em assistência técnica e extensão rural para os agricultores familiares da região. “Nossa intenção é executar uma série de ações visando ao desenvolvimento sustentável, ao fortalecimento da agricultura familiar e à melhoria de vida dos produtores, com qualidade”, afirma. De acordo com o novo gerente, as diretrizes para o trabalho articulado, devem ser conhecidas a partir de reuniões que ocorrem na próxima semana, em Porto Alegre, com a nova Diretoria.

Para Lagemann é importante que se mantenha o trabalho em equipe, que aproxime ainda mais os extensionistas rurais de produtores, prefeituras, cooperativas, universidades, sindicatos de trabalhadores rurais, vereadores, imprensa, Coredes e outras entidades e associações. O gerente adjunto salienta que esta aproximação é uma orientação não apenas do secretário de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo, Tarcísio Minetto, e do presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, mas também do governador José Ivo Sartori. “É atuando desta maneira que poderemos garantir trabalho, renda e qualidade de vida para as famílias rurais”, analisa.

Sobre os novos gerentes

Marcelo Antônio Araldi Brandoli tem 44 anos, é natural de Entre Rios do Sul e cresceu em Frederico Westphalen. É engenheiro agrônomo, engenheiro de Segurança do Trabalho, especialista em Administração Rural e mestre em Zootecnia. Na Emater/RS-Ascar, iniciou os trabalhos em 1997, tendo atuado nos escritórios de Tiradentes do Sul, Porto Xavier, São Luiz Gonzaga e Roque Gonzales. Foi assistente técnico estadual na área de Produção Animal e coordenou o Núcleo de Certificação de Produtos. Atualmente exerce a função de assistente técnico em Supervisão e Planejamento no regional de Lajeado, sendo também o presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa).

Carlos Augusto Lagemann é natural de Ibirubá e tem 45 anos. É técnico agropecuário, possuindo também qualificação em Extensão Rural, Segurança Alimentar, Fruticultura Básica, Boas Práticas de Fabricação, Gestão Ambiental e Fitoterapia. Na Emater/RS-Ascar, iniciou seus trabalhos em 1997, como extensionista no município de São Vendelino, onde permaneceu até 2013. Na ocasião, foi transferido para o escritório de Bom Princípio. Desde 2009, também atua como instrutor do Centro de Treinamento da Emater/RS-Ascar de Nova Petrópolis.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...