MPF pede ao Dnit novo acesso a Bom Retiro do Sul

O Ministério Público Federal (MPF) de Lajeado recomendou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) a construção de uma estrada lateral. A medida é provisória, até que a rodovia esteja duplicada por completo. A meta é tornar mais seguro o ingresso na rodovia. Segundo o MPF, o Dnit tem dez dias para responder ao pedido.

O procurador da República, Cláudio Terre do Amaral, atendeu o pleito da Administração de Bom Retiro. O trevo de acesso à cidade torna-se perigoso porque tanto quem ingressa na cidade, vindo da direção de Lajeado, quanto quem vem de Porto Alegre utiliza a mesma via. “A preferência é de quem trafega no sentido Capital/interior, mas isso não é do senso comum”, defende o secretário de governo de Bom Retiro do Sul, Jorge Frantz.

Segundo ele, no local vários acidentes já foram registrados, especialmente em horário de maior movimento – no início da manhã, meio-dia e no fim da tarde. “Com a duplicação teremos um novo acesso, até a entrada de Linha Glória. Mas até que a obra passe por aqui, queremos uma solução mais rápida.”

A alternativa apresentada ao Dnit é a construção de uma estrada lateral, na faixa de acostamento da BR-386, em direção a Porto Alegre. São 200 metros de pista até a entrada de um restaurante que fica às margens da rodovia. No local, os motoristas que trafegam no sentido Lajeado/Bom Retiro poderão fazer o retorno e ingressar na cidade pelo mesmo sentido de quem vem de Porto Alegre. “Tem que se ter atenção ao trânsito da mesma forma”, justifica Frantz.

De acordo com o procurador, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou que o trecho é um dos pontos críticos da rodovia. No entanto, o MPF não tem os dados de acidentalidade do local. “Estamos aguardando uma manifestação do Dnit para apresentar uma alternativa. Acredito que na primeira quinzena de abril teremos uma solução emergencial”, garante o procurador da República.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...