Líderes de núcleo visitam Frigorífico de Aves da Languiru

A Cooperativa Languiru reuniu, no dia 18 de junho, líderes de núcleo e representantes de 59 núcleos de associados, distribuídos na sua área de atuação e com integrantes do seu quadro social. A programação do dia iniciou com visita ao Frigorífico de Aves, instalado no município de Westfália, seguida de reunião na Associação dos Funcionários da Languiru, em Teutônia.

Na visita ao abatedouro, o grupo percorreu as instalações e conheceu de perto o processo de industrialização, desde o abate até a expedição dos produtos. Divididos em grupos menores, os líderes agradeceram pela oportunidade e elogiaram a estrutura. Para alguns, esta foi a primeira oportunidade de visitação ao Frigorífico de Aves da Languiru.

Na reunião com a direção, os associados acompanharam apresentação do assessor administrativo da cooperativa, Mário Stockmann, com números e desempenho financeiro da Languiru no primeiro quadrimestre.

O presidente Dirceu Bayer falou da reconquista da credibilidade da Languiru. “Honramos com nossos compromissos, o que tem um grande valor. Uma das características da cooperativa é a transparência, compartilhando essas informações e todo o trabalho com os nossos associados. Nesse contexto os líderes de núcleo desempenham um papel fundamental, levando essas informações a todos os nossos associados nas diferentes comunidades onde estamos representados”, frisou.

Bayer ainda analisou os números do primeiro quadrimestre e o trabalho dos profissionais da Languiru. “O crescimento da cooperativa e dos associados é uma exigência de mercado, o modelo econômico exige essa evolução. Para isso contamos com o importante trabalho do nosso Departamento Técnico, orientando os associados para que sejam cada vez mais eficientes nas suas propriedades rurais”, concluiu, destacando ainda projeção de investimentos nas plantas industriais como alternativa para a falta de mão de obra.

Por fim, o vice-presidente Kreimeier e o gerente da Indústria de Laticínios, Lauri Reinheimer, falaram da importância de condições adequadas de produção e acondicionamento do leite. “Oscilações de temperatura, sejam muito altas ou muito baixas, podem interferir nas análises laboratoriais realizadas pela indústria. Precisamos ter atenção especial para isso, atendendo exigências da legislação e normas internas de qualidade da Languiru”, lembrou Reinheimer, referindo-se em especial aos resfriadores para acondicionamento do leite nas propriedades.

“A cooperativa está ao lado dos produtores, orientando para que seja mantida a reconhecida qualidade dos produtos Languiru. Vivemos um novo momento, fruto do trabalho de todos. Hoje temos uma cooperativa moderna, tanto no parque industrial como nas propriedades dos nossos associados. É uma Languiru diferente, com a participação efetiva do seu quadro social, formado por associados fieis”, finalizou Kreimeier.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...