Languiru reúne líderes de núcleo e apresenta resultados de 2014

A Cooperativa Languiru reuniu, na quinta-feira, dia 5, líderes e representantes dos 59 núcleos de associados, distribuídos nos municípios de sua área de atuação e com integrantes do seu quadro social. O encontro ocorreu na Associação dos Funcionários da cooperativa e foi coordenado pelo presidente Dirceu Bayer e pelo vice-presidente Renato Kreimeier.

Na ocasião os líderes de núcleo elegeram os componentes da chapa do Conselho Fiscal, cujo mandato será de um ano e a eleição, com renovação de dois terços dos integrantes, ocorre na Assembleia Geral Ordinária do dia 17 de março.

Fazendo uso da palavra, Bayer falou da prestação de contas do exercício de 2014 e do cenário econômico para o ano de 2015. “O cenário econômico não é nada favorável, de muita instabilidade. O Brasil passa por um momento de turbulência e já vínhamos nos preparando para isso. Mais uma vez fica evidente de que ser produtor de alimentos não é nada fácil, por ser um ramo que sofre com inúmeras variáveis”, afirmou.

Nesse contexto, o presidente ainda frisou que a Languiu, entretanto, vive um momento de solidez, resultado da reestruturação iniciada em 2002 e da diversidade produtiva da cooperativa. “Uma das características que marca o trabalho da Languiru é a transparência, e isso demonstra que estamos no caminho certo. Zelamos por uma marca conceituada no mercado, com produtos de qualidade e associados fieis. A cooperativa é composta por profissionais capacitados e acessíveis, em qualquer que seja o nível de responsabilidade. Todos são muito importantes para a sustentabilidade econômica da Languiru”, disse Bayer.

O vice-presidente Renato Kreimeier enalteceu o cooperativismo como um sistema que paga preços justos pela produção dos seus associados nos setores de aves, suínos e leite, estimulando a união de esforços pela qualidade de vida, com rentabilidade econômica e manutenção das atividades no campo. “A cada novo exercício a Languiru apresenta números históricos, com uma grande evolução desde o ano de 2002. Em 13 anos, a cooperativa cresceu cinco vezes, fruto de muito trabalho e planejamento”, ressaltou.

Para ele, é fundamental que a Languiru busque a constante qualificação. “Não há espaço para amadores e pensando no futuro da cooperativa, trabalhamos com a formação de jovens lideranças. Termos uma Languiru forte e sólida é motivo de muito orgulho”, finalizou.

O assessor da administração da cooperativa, Mário Stockmann, apresentou o balanço da Cooperativa Languiru em 2014, o qual também será levado à assembleia. “O resultado do exercício foi muito bom, período de maturação dos recentes investimentos realizados nas unidades industriais. A Languiru possui um balanço muito prudente e sólido.”

Assembleia

Por ocasião da reunião com os líderes de núcleo, também foi definida a data da Assembleia Geral Ordinária, agendada para o próximo dia 17 de março, com terceira e última chamada às 8h30min, tendo por local a Associação dos Funcionários da Languiru, em Teutônia.

Na ordem do dia destaca prestação de contas de 2014, destinação das sobras, aprovação do plano de atividades e orçamento para o exercício seguinte, eleição dos membros do Conselho Fiscal e outros assuntos de interesse dos associados.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...