Languiru reúne líderes de núcleo e apresenta desempenho da cooperativa

No mês de dezembro a Languiru realizou mais uma de suas reuniões com líderes de núcleo, evento que teve a participação de representantes dos 59 núcleos de associados, distribuídos nos municípios da área de atuação e com integrantes no quadro social da cooperativa. O encontro ocorreu na Fábrica de Rações da Languiru, em Estrela.

Na ocasião, o grupo foi recebido pelo presidente Dirceu Bayer e vice-presidente Renato Kreimeier. O evento ainda teve a participação do assessor da direção Silério Hamester, do diretor administrativo da cooperativa Décio Leonhardt e do gerente da unidade industrial Fabiano Leonhardt. O assessor da administração Mário Stockmann apresentou o desempenho da cooperativa ao longo do ano.

O discurso da direção da Languiru é unânime: 2013 foi um ano muito bom para a cooperativa. “Os investimentos realizados ao longo dos últimos anos refletem nos excelentes números apresentados. Estão todos de parabéns, associados e colaboradores que se empenharam para alcançarmos esses resultados em 2013”, avaliou o presidente Dirceu Bayer.

O vice-presidente Renato Kreimeier igualmente enalteceu a eficiência das propriedades rurais dos associados e das unidades industriais, que contribuem para o desempenho da Languiru, lembrando ainda recentes premiações da cooperativa, como da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Federasul, Associação Gaúcha de Laticinistas e Laticínios (AGL) e da Revista Amanhã.

O gerente da Fábrica de Rações, Fabiano Leonhardt, realizou breve apresentação da unidade industrial e convidou os líderes de núcleo para visita às instalações. A fábrica conta com cerca de 140 funcionários, trabalha com mais de cem matérias-primas para produção de aproximadamente 190 opções de produtos, divididos em nove segmentos. Desse montante, 63% é comercializado para associados da Languiru e o restante para produtores e agropecuárias terceiras.

Entre os investimentos realizados na indústria, Leonhardt falou da nova peletizadora, da automação das linhas de produção e da construção do novo estacionamento. “Diariamente recebemos 40 caminhões de matéria-prima, expedimos cem caminhões de ração a granel, 12 caminhões de ração ensacada, com fluxo diário de 140 veículos/dia. A nossa balança rodoviária está chegando a 500 pesagens/dia”, disse.

Os indicadores e números da Languiru, como balanços patrimonial ativo e passivo, demonstrações contábeis, investimento, faturamento e resultado do último exercício serão apresentados na Assembleia Geral Ordinária, agendada para ocorrer no primeiro trimestre de 2014, na Associação dos Funcionários da Languiru.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...