Languiru recebe visitas de universitários e futuros técnicos

A Cooperativa Languiru, além de ser reconhecida pela excelência de seus produtos, também é vista como uma organização que possui uma cadeia produtiva bem estruturada e que serve de modelo para o agronegócio brasileiro. Neste sentido, regularmente a cooperativa tem recebido visitas de universidades e escolas técnicas que procuram oportunizar aos seus alunos, a possibilidade de acompanhar o manejo da matéria-prima do campo até a indústria.

Com esse intuito, unidades industriais e propriedades de associados integraram roteiro de visitas nos meses de maio e junho.

Indústria de Laticínios

A primeira visita ocorreu no dia 27 de maio, quando alunos do curso Técnico em Agroindústria da Escola Estadual Woltram Netzler, de Venâncio Aires, conheceram a Indústria de Laticínios da Languiru, instalada no município de Teutônia. Acompanhados do professor e engenheiro agrônomo Clóvis Schwertner, o grupo foi recepcionado na associação dos funcionários pelo vice-presidente Renato Kreimeier, que apresentou o case da cooperativa.

Kreimeier destacou que a Languiru oferece “tudo o que o associado precisa, com 23 opções de negócios”. Da mesma forma, explicou as diferenças de uma cooperativa para uma empresa privada, salientando o compromisso social e econômico do associativismo na região. “O associado é muito fiel, além de ser a maior riqueza da Languiru. A diversificação das atividades e o controle da cadeia produtiva são características da cooperativa: produzimos a matéria-prima, a industrializamos e agregamos valor”, resumiu o vice-presidente.

Lembrando recente viagem a Israel, quando acompanhou comitiva do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Kreimeier frisou que as perspectivas para o agronegócio são promissoras. Nesse sentido, destacou a necessidade de fortalecer o agronegócio na esfera política, pela sua importância para a economia do país. “O Brasil é conhecido internacionalmente como um país que produz alimentos de qualidade. Por isso, temos que ser eficientes nessa atividade.”

Na visita à Indústria de Laticínios, os estudantes puderam visualizar a industrialização dos produtos lácteos Languiru. Acompanhados por supervisora da qualidade da indústria, o grupo conferiu desde a entrada da matéria-prima até a produção de iogurtes e doce-de-leite. “Os alunos consideraram importante a visita por vários aspectos, como o relato do vice-presidente que enfatizou a prática dos princípios do cooperativismo e destacou o número de jovens que estão voltando para a propriedade. Na Laticínios, eles ainda puderam conferir todo o trabalho desenvolvido pela cooperativa para fornecer produtos de qualidade”, afirmou Schwertner.

Frigorífico de Suínos

A segunda visita, realizada no dia 28 de maio, teve a presença de alunos do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que conheceram o Frigorífico de Suínos, instalado em Poço das Antas. Acompanhados dos professores da disciplina de “Inspeção e Tecnologia de Carnes e Derivados”, Guiomar Pedro Bergmann e Susana Cardoso, os universitários conheceram o processo de abate de suínos.

O grupo foi recepcionado pelo presidente Dirceu Bayer, que falou sobre os setores e os investimentos da cooperativa, além de exibir o novo vídeo institucional da empresa. Após degustação de produtos Languiru, a turma foi dividida em três grupos. Acompanhados de supervisores da qualidade do frigorífico, conferiram de perto a entrada dos animais até o fracionamento da carcaça em cortes e embutidos. “Na universidade, os professores ministram a parte teórica. Já a visita técnica tem por finalidade observar, na prática, a tecnologia de abate e inspeção ante-mortem e pos-mortem das carcaças e vísceras dos animais, visto que a inspeção é uma atividade exclusiva do médico veterinário”, explicou Bergmann.

Departamento Técnico e propriedades de associados

No dia 10 de junho, outra turma do curso de Medicina Veterinária da UFRGS esteve na cooperativa. Acompanhados do professor da disciplina de “Introdução à zootecnia”, Sérgio Nicolaiewsky, o grupo foi recepcionado no Departamento Técnico da Languiru. Na oportunidade, conheceram todo o trabalho desenvolvido pelo setor de assistência ao associado, com explanações do médico veterinário do Setor de Suínos, Elói Guilherme Hinnah, e dos coordenadores dos setores de Aves e Leite, Sinécio Wilsmann e Fernando Staggemeier, respectivamente.

A turma também conferiu o sistema de trabalho a campo por meio de visitas às propriedades dos associados Mário Hummes, em Teutônia, e Romildo Tirp, Edílio Landmeier e Airton Kaisekamp, em Westfália.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...