Languiru inaugura novo Centro de Distribuição em Teutônia

A Cooperativa Languiru inaugurou, oficialmente, na última sexta-feira, dia 20, seu novo Centro de Distribuição Vale do Taquari. Em operação desde o último dia 15 de janeiro, a unidade está localizada no Bairro Teutônia, próxima à rodovia ERS-128 (Via Láctea) e à Indústria de Laticínios, em Teutônia. Sua localização centralizada entre as unidades industriais da cooperativa agiliza e facilita o trabalho de logística.

A solenidade contou com a participação de autoridades, integrantes dos Conselhos de Administração e Fiscal da Languiru, líderes de Núcleo da cooperativa, representantes do Executivo e Legislativo de Teutônia e municípios vizinhos, representantes de cooperativas coirmãs, gerentes, colaboradores e fornecedores.

Crescimento

O presidente da Languiru, Dirceu Bayer, ressaltou que a nova estrutura se fez necessária, considerando o crescimento da cooperativa. “Em virtude do grande crescimento da Languiru nas áreas do leite, aves e suínos, houve uma necessidade de reforço dessa estrutura de Central de Distribuição para mantermos o resfriamento e o congelamento dos produtos. Além disso, é uma exigência do próprio Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que cobra um local de carregamento único. Isso nos dá um ganho bastante grande em logística, pois o fracionamento que antes era realizado em cada uma das nossas unidades industriais (Frigoríficos de Aves e Suínos e Indústria de Laticínios), agora é feito num único Centro de Distribuição. Com isso ainda desafogamos as unidades fabris em termos de espaço para estocagem”, justifica.

Além disso, acrescentou Bayer, o novo CD também contribui com a geração de impostos em valor adicionado para Teutônia. “É uma forma de retribuirmos os benefícios concedidos pela Administração Municipal”, frisou, citando ainda a futura instalação de queijaria no município. “Valorizamos as comunidades onde estamos presentes.”

O presidente ainda falou do atual momento econômico, das dificuldades enfrentadas também pelo setor de agronegócio, em especial o ramo de carnes, com o alto custo dos insumos. “Realizamos um trabalho de gestão para sustentabilidade da cooperativa e, no atual cenário, mais do que nunca a diversidade de negócios da Languiru é essencial para o enfrentamento das dificuldades. É preciso manter o otimismo diante das adversidades”, alertou.

Eficiência

O vice-presidente Renato Kreimeier destacou a necessidade de eficiência em qualquer que seja a atividade. “A atual situação econômica do Brasil exige que as empresas se reinventem diariamente, buscando melhorias e eficiência. O novo CD vai ao encontro da redução de custos e busca atender cada vez melhor os nossos clientes. Este local serve de ‘pulmão’ para atender aos demais Centros de Distribuição da Languiru no Estado”, afirmou.

Kreimeier também se disse contente com o mais recente investimento da Languiru. “Este é um momento muito importante, inauguração que integra o projeto de crescimento e desenvolvimento da cooperativa”, disse, agradecendo o apoio da Municipalidade e de agentes financeiros.

Maiores empresas de Teutônia

O prefeito de Teutônia, Renato Altmann, se disse extremamente feliz com mais esta inauguração da Languiru. Parabenizou a cooperativa pelos investimentos e enalteceu sua importância para Teutônia e região. “No exercício de 2015, a Languiru foi a terceira maior empresa do município em geração de renda e receita. No mesmo ranking até abril de 2016, a cooperativa já ocupava a segunda colocação. Considerando suas ações sociais, com geração de emprego e renda às famílias e com receitas para o município, a Languiru já pode ser considerada a maior empresa de Teutônia”, elogiou.

Visitação

Encerrados os pronunciamentos, Bayer, Kreimeier, Altmann e o diretor-administrativo da Languiru, Décio Leonhardt, realizaram o descerramento da placa inaugural e o desenlace da fita inaugural do novo CD.

Em seguida, todos foram convidados a conhecer as dependências da Central de Distribuição, oportunidade em que o gerente comercial da Languiru, Jaime Rückert, apresentou a infraestrutura do local e funcionamento da unidade.

Infraestrutura

O novo Centro de Distribuição Vale do Taquari conta com área total de 5,2 mil metros quadrados, divididos em dois pavimentos, com capacidade de armazenagem de 2,4 milhões de litros de leite UHT, além de câmaras frias para cerca de 260 toneladas de produtos congelados, aproximadamente 80 toneladas de produtos resfriados de aves e suínos, e em torno de outros 320 pallets de laticínios. De sua área construída, 1,1 mil metros quadrados são destinados às câmeras frias na parte superior do prédio. A área seca, com 800 mil metros quadrados, ainda serve de armazenagem para embalagens e produtos derivados de leite que não necessitam de refrigeração. Na estrutura estão alocados os departamentos de Logística, Comercial (faturamento e pedidos), Vendas Vale do Taquari e a Operação do CD propriamente dita.

A Languiru foi beneficiada com recursos concedidos pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A assinatura do contrato de financiamento ocorreu no dia 29 de junho de 2015, em solenidade no Palácio Piratini, em Porto Alegre, com a presença do governador José Ivo Sartori. O valor foi investido pela cooperativa teutoniense na aquisição e adaptação do prédio, o qual foi adquirido, em negociação realizada ainda em 2014, da coirmã Cooperativa Regional de Desenvolvimento Teutônia – Certel.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...