Lajeado oferece área de 20 hectares para Fruki erguer sua nova indústria

Em reunião realizada nesta segunda-feira, dia 24, na sede da empresa Bebidas Fruki, o Governo de Lajeado ofereceu uma área de terras de 20 hectares para que a empresa fixe, no município, o projeto de uma nova unidade industrial, com foco na produção de bebidas não alcoólicas como sucos, chás e afins. Acompanhado de seu vice, Vilsinho Jacques, dos secretários de Governo, Auri Heisser, e de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Léo Bolsi, o prefeito Luís Fernando Schmidt afirmou que o município declarou como área de utilidade pública um terreno particular, localizado no Bairro Conventos, a fim de que possa ser desapropriado com vistas a atrair para Lajeado o investimento da Fruki.

“Sabemos que a empresa recebeu diversas propostas de outros municípios, mas a área que estamos oferecendo tem frente para a BR-386, o que é um grande atrativo”, afirmou Schmidt. Já o diretor presidente da Fruki, Nelson Eggers, destacou que a oferta agrada pelo fato de Lajeado oferecer recursos humanos qualificados, mas ponderou que outros itens devem ser observados para que uma área seja escolhida. Um deles seria a necessidade da área possuir água de qualidade e em abundância no subsolo, além de ter nas imediações grande oferta de energia, bem como fibra óptica para comunicação. “A decisão é da direção, mas será tomada sem atropelos e com base em avaliações técnicas de consultores contratados pela Fruki”, declarou Eggers.

Na companhia de sua filha, a diretora administrativa da empresa, Aline Eggers Bagatini, o diretor presidente convidou membros do governo para conhecerem, em Canoas, o centro de distribuição recentemente erguido pela Fruki, onde foram feitos pesados investimentos com base em diretrizes de construção sustentável. Por fim, Schmidt destacou que seu governo não medirá esforços no sentido de viabilizar a construção da indústria da Fruki em Lajeado, lelmbrando que mesmo antes de tomar posse como prefeito, já foram iniciados os contatos com esse propósito.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...