Jovens rurais recebem certificados em conclusão de projeto

Os jovens que participaram do Projeto Sucessão Familiar da Dália Alimentos participaram, na manhã desta quinta-feira, dia 23, da cerimônia de encerramento das aulas. Durante 15 meses, oito alunos de diversos municípios participaram dos encontros que foram realizados mensalmente no Auditório Ouro Branco do Parque Dália.

Receberam certificado os jovens Afonso Nicolini (20), Izequiel Zuffo (25) e Mônica Morari (18), de Progresso; Tiago Dalla Vecchia (24) e Marcelo Berté (21), de Anta Gorda; Maicon Matiello (25) e Fabiane Zampeze (20), de Guaporé; e Jucimar Magoga (18), de Vista Alegre do Prata.

A cerimônia contou com a participação da Direção, do Conselho de Administração e dos gerentes da Dália Alimentos. O professor que ministrou as aulas, Lucildo Ahlert, falou com emoção e orgulho do projeto. Disse que a utilização de ferramentas como o computador e a internet quebraram alguns paradigmas e modificaram a cultura das famílias participantes. “Estes jovens aprenderam a fazer anotações e transformá-las em dados que ajudaram a melhorar e qualificar o gerenciamento da propriedade. Foi uma experiência inesquecível, talvez a mais marcante em toda a minha docência. Obrigada à Dália Alimentos por essa oportunidade, por essa visão, por esse importante projeto dedicado aos jovens”, ressaltou o professor.

O jovem Marcelo Berté leu o juramento em nome dos demais representantes do grupo. Afonso Nicolini, também representando os jovens, falou a respeito do projeto. “Foram 15 meses de aprendizado sobre como melhor gerir a propriedade. Aprendemos a tabular dados, coisa que não fazíamos antes. Colocar tudo na ponta do lápis e depois passar para as planilhas no computador tornaram a atividade mais organizada”, reforçou o jovem que atua com suinocultura.

Ademar Zampese, pai da jovem Fabiane Zampese, discorreu em nome dos pais. “Um projeto assim é muito importante porque estimula o jovem a permanecer na propriedade, a ajudar os pais e a levar o negócio adiante. É preparar os filhos para assumir os negócios da família com menos dificuldade do que nós tivemos. Que a Dália dê continuidade a este projeto e ajude a muitas outras famílias.”

O presidente do Conselho de Administração, Gilberto Antônio Piccinini, reforçou o interesse da cooperativa em promover projetos que estimulem a permanência do jovem no meio rural. “O Conselho e a Direção pensavam num projeto-piloto que viesse ao encontro desta lacuna, de proporcionar ao jovem conhecimentos e noções técnicas para lidar com o meio rural. Foi realizada uma pesquisa interna e contratado um professor exclusivamente para isso. Temos a certeza de que, com este projeto, estamos moldando futuras lideranças e excelentes administradores rurais.”

Além da Turma II, ora formada, encontra-se em andamento a Turma III com 13 alunos. O encerramento das aulas deste grupo está previsto para o mês de dezembro. Em seguida, a Turma IV será estruturada. Interessados podem entrar em contato com o Setor Social da Dália Alimentos pelo (51) 3751-9009. O projeto é gratuito e aberto a jovens filhos de associados da cooperativa Dália Alimentos.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...